Devocional 70: Da Magnificência e seus vícios opostos mesquinharia e desperdício (segundo São Tomás de Aquino)

by - abril 05, 2021

Devocional Da Magnificência e seus vícios opostos (mesquinharia e desperdício)
Johann Georg Meyer von Bremen


Textos anteriores Devocional aqui


A virtude da magnificência (atitude generosa) consiste em projetar e empreender obras de difícil execução, sem recuar diante da grandeza do trabalho, nem dos gastos necessários para levá-la a cabo. 


É uma virtude que se refere ao uso dos bens temporais para o bem da Igreja e do culto de Deus. É particularmente uma virtude para ser buscada pelos ricos e poderosos, para que empreguem a sua riqueza e o seu poder a serviço da vontade de Deus e o bem da Igreja. 


São opostos a esta virtude o vício da mesquinharia ou avareza, que obriga a mesurar e cercear, mais do que é justo, os gastos necessários para as obras em projeto ou execução, e o vício do desperdício ou dos gastos supérfluos e injustificados, em relação com a obra construída. 


Baseado no Catecismo da Suma Teológica de São Tomás






No entanto, nós também temos uma riqueza espiritual, que não nos damos conta, mas ela existe. No livro o Dom de Pentecostes (encontre aqui) aprendemos:


"O Batismo não tem por único objetivo purificar a alma, santificá-la e levá-la à adoção divina pela comunicação da graça santificante, das virtudes infusas e de todos os dons sobrenaturais, mas também e principalmente comunicar-lhe o Espírito Santo... É tal a importância do Batismo... é um filho de Deus que acaba de nascer, um príncipe do Reino Celestial; e este nascimento não é devido às leis da natureza nem à vontade dos homens, mas unicamente à infinita misericórdia de Deus".



"No Batismo recebe o homem a vida espiritual: nasce em Deus, mas reconcentra a vida em si mesmo e em tudo que a Ele se refere, torna-se filho de Deus e herdeiro do Céu, súdito e cidadão do reino Celestial. Por estes títulos é também soldado de Cristo... mas seu combate é por enquanto todo pessoal, pois não começou ainda a servir nas fileiras do exército que luta pelo bem comum de todo o povo. Na Confirmação (Crisma) é que o cristão embraça o escudo, empunha as armas e se converte em defensor da fé, não só contra os inimigos interiores, mas também contra os que exteriormente perseguem a Igreja. É então que recebe em sua alma, sinal indelével, o sinal da sua consagração a esta santa milícia e fica pertencendo verdadeiramente a Jesus Cristo e a seu Reino, não já simples súdito ou cidadão, mas soldado".


Existe uma magnificência da oração diária, nos atos e nas decisões dos batizados em prol da vinda do Reino de Nosso Senhor. O dever de orar é um dos atos mais generosos que podemos fazer, somente homens e anjos podem fazê-lo, é o nosso privilégio e devemos usá-lo, pois o Reino de Deus, a salvação das nossas almas o resgate dos nossos irmãos vem pela generosidade do ato da oração.


"Orar, dizem, não é trabalhar... a falta de ânimo, de espírito sobrenatural e de fé viva, expõem-nos, sempre, ao perigo de não prezarmos devidamente a oração e de darmos a primazia às ocupações em que a vaidade, o capricho ou qualquer outra vantagem temporal encontrem seu proveito. Devemos apreciar a oração com Deus, a medida que nossas obrigações pessoais o permitam, dar-lhe preferencia sobre qualquer outro dever e até mesmo sacrificar-lhe tudo o mais. É que se trata de um ato privilegiado do serviço pessoal a Deus... afirma um eminente teólogo que teria preferido renunciar a toda ciência, a omitir voluntariamente uma Ave Maria em suas orações obrigatórias." (A Vida Espiritual Reduzida a Três Princípios, você encontra aqui)




You May Also Like

2 comentários

  1. Samantha Monteiro5 de abril de 2021 15:33

    Olá, Ana!

    Realmente, a oração é um ato tão grandioso na nossa vida espiritual e muitas vezes é negligenciada por causa da rotina.

    Pelo menos na minha experiência, o deixar pra depois me tomava de susto ao perceber que já estava no final de semana de novo, já que a correria era o que dominava, resolvi desacelerar e me dedicar mais a esse momento de intimidade com Deus, é esse momento do dia que me deixa leve para enfrentar a vida terrena.

    Baixei o Plano de Vida Espiritual que está disponível no Salus in Caritate e estou acompanhando o planner de leitura da bíblia, está sendo um verdadeiro guia para os momentos de estudo. Mais uma vez, parabéns e obrigada pelo trabalho que você faz aqui. Em breve quero me matricular no Educa-te.

    Deus de abençoe cada dia mais e Maria te ilumine.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paz e Bem! Louvado seja Deus, fico muito feliz em saber disso!

      É mesmo um desafio desacelerar, mas é fantástico como quando colocamos uma ordem eterna no dia, as coisas ficam até mais efetivas, não é mesmo?

      Depois me conte sobre a sua jornada com o cronograma e plano de vida espiritual!

      Paz e bem!

      Excluir

Olá, Paz e Bem! Que bom tê-lo por aqui! Agradeço por deixar sua partilha.