Resenha: Pedagogia do Espírito Santo (L. J Callens)

by - junho 16, 2020



Introdução


Esta resenha é um material de apoio do Clube de Leitura Salus in Caritate feito em parceria com a Editora Cultor de Livros. Temos o intuito de lhe ajudar a conhecer boas obras católicas e a realizar uma leitura efetiva, que lhe ajude em seu crescimento e amadurecimento como cristão (veja a lista de livros e cupons de desconto aqui).

Este projeto é um dos ramos de uma árvore de conteúdos planejados especificamente para o seu enriquecimento. Os projetos que compõem esta árvore são: Projeto de Leitura Bíblica com textos de apoio dos Doutores da Igreja (baixar gratuitamente aqui), Plano de Vida Espiritual (baixar gratuitamente aqui) e o Salus in Caritate Podcast (ouça em sua plataforma preferida aqui). 


Resenha




Nome do livro: A Pedagogia do Espírito Santo
Autor: L.J Callens
Data da leitura: março de 2020
Editora: Cultor de Livros
Total de páginas: 80
Cupom de Desconto 2020 na Cultor de Livros: CLUBEDOLIVRO2
Materiais de apoio para a leitura: Podcast  O Educador das Almas (aqui) e Texto complementar (baixar aqui)



 Sobre o autor 



L. J Callens é um religioso dominicano (Ordem dos Pregadores), também é autor dos livros "O mistério da nossa conformidade com Cristo" e "O mistério da nossa intimidade com Deus".



 Qual o contexto histórico do livro? 




O que segue abaixo é um material de apoio, não se trata de spoiler, pois são informações adicionais aos episódios do livro (levantadas por pesquisa independente), para melhor contextualiza-los: 

O livro foi escrito em 1968. Um ano muito conturbado. Começou com um tremor na Itália que matou 230 pessoas, depois começou a Guerra do Vietnã.

A Guerra do Vietnã ou Guerra do Vietname, também conhecido como Segunda Guerra da Indochina, chamada no Vietnã de Guerra de Resistência contra a América ou simplesmente Guerra Americana, foi um grande conflito armado que aconteceu no Vietnã, Laos e Camboja de 1 de novembro de 1955 até a queda de Saigon em 30 de abril de 1975. Foi a segunda das Guerras da Indochina e foi oficialmente travada entre o Vietnã do Norte e o governo do Vietnã do Sul. O exército norte-vietnamita era apoiado pela União Soviética, China e outros aliados comunistas, enquanto os sul-vietnamitas eram apoiados pelos Estados Unidos, Coreia do Sul, Austrália, Tailândia, e outras nações anti-comunistas pelo Mundo. Neste cenário, o conflito no Vietnã é descrito como uma guerra por procuração no auge da Guerra Fria.

Enquanto isso outros fatos abalavam e influenciavam o mundo expressando esta mesma batalha entre comunistas e anti comunistas:  
Martin Luther King é assassinado a tiros em Memphis; 
Robert Kennedy é atingido por tiros e morto no Hotel Ambassador em Los Angeles, na Califórnia; Governador de São Paulo, Abreu Sodré é apedrejado em palanque na Praça da Sé por trabalhadores contra a ditadura militar; 
Primeiro transplante de coração realizado no Brasil, pelo Dr. Euryclides de Jesus Zerbini; 
Os estudantes fazem passeata no Rio de Janeiro contra a ditadura;
Atentado contra QG do II Exército de São Paulo mata o soldado Mário Kozel Filho; 
O Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares é assinado em Washington, D.C., Londres e Moscou por sessenta e dois países.
Capitão do exército dos Estados Unidos, Charles Chandler, acusado de ser agente da CIA é morto por guerrilheiros em São Paulo.

No meio disso tudo a Rainha Elizabeth II inicia visita de 12 dias ao Brasil. Enquanto o Congresso era sancionado e o país estava um caos. Caetano Veloso e Gilberto Gil eram presos enquanto do outro lado mundo eram libertados 82 tripulantes do navio de inteligência norte-americano Pueblo depois de serem capturados na Coreia do Norte. 

Como não só caos político produz a humanidade foi o ano de lançamento do ritmo Tropicália, do single  Revolution dos Beatles, da Revista Veja.

Curiosamente, neste caos político, este ano foi repleto de nascimentos reais (veja só!): Felipe, Príncipe das AstúriasFrederico, Príncipe Herdeiro da DinamarcaAlois, Príncipe Herdeiro do Liechtenstein

Estavam vivos, mesmo que já muito idosos: Coco Chanel, Tarsila do Amaral, Pablo Picasso, J.R.R Tolkien.

E também foi o ano em que o Papa Paulo VI (em meio a esse turbilhão) publica a encíclica Humanae Vitae (Da Vida Humana), que condena o uso de anticoncepcionais.

É uma encíclica escrita pelo Papa Paulo VI. Foi publicada a 25 de Julho de 1968. Inclui o subtítulo Sobre a regulação da natalidade, descreve a postura da Igreja Católica em relação ao aborto e outras medidas que se relacionam com a vida sexual humana. Segundo alguns geraria polêmica porque o Papa nela definiu que a contracepção, exclusivamente por meios artificiais, é proibida pelo Magistério da Igreja Católica.

Em meio a escuridão Deus não deixa de mandar a sua luz. Os santos que estavam vivos ou deixaram sua marca neste tempo foram:

Padre Pio de Pietrelcina, nascido Francesco Forgione, morreu em 1968, foi um frade e sacerdote católico italiano, da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, elevado a santo pela Igreja Católica como São Pio de Pietrelcina.

Foi, ainda em vida, alvo de uma veneração popular de grandes proporções, principalmente em razão de muitos carismas e dons espirituais que lhe são atribuídos: o dom da bilocação, o dom da levitação, das curas milagrosas, dos perfumes que exalava, entre outros.


São João Paulo II, nascido Karol Józef Wojtyła (Wadowice, 18 de maio de 1920 — Vaticano, 2 de abril de 2005), foi o papa e chefe da Igreja Católica de 16 de outubro de 1978 até à data de sua morte. Teve o terceiro maior pontificado documentado da história, liderando por 26 anos, 5 meses e 17 dias, depois dos papas São Pedro, cujo pontificado durou cerca de 37 anos, e Pio IX, que liderou por 31 anos. Foi o único Papa eslavo e polaco até a sua morte, e o primeiro Papa não italiano desde o neerlandês Adriano VI, em 1522.

Em 1967, ele foi importante na formulação da encíclica Humanae Vitae, que trata das mesmas questões que impedem o aborto e o controle de natalidade por meios não naturais. Até esse ano, 1967, (um ano antes da edição deste livro que estamos a tratar) Karol já tinha publicado mais de 300 ensaios em revistas e livros.


Madre Teresa de Calcutá foi uma religiosa católica de etnia albanesa naturalizada indiana, fundadora da congregação das Missionárias da Caridade, cujo carisma é o serviço aos mais pobres dos pobres por meio da vivência do Evangelho de Jesus Cristo. Em 2015, a congregação fundada por ela contava com mais de 5 mil membros em 139 países. Por seu serviço aos pobres, tornou-se conhecida ainda em vida pelo codinome de "Santa das Sarjetas". 

Em 1968 (data da edição do livro que estamos a tratar)  a Congregação Missionárias da Caridade e estabeleceu a sua presença missionária em países como Albânia, Rússia, Cuba, Canadá, Palestina, Bangladesh, Austrália, Estados Unidos da América, Ceilão, Itália, antiga União Soviética e China.


Venerável Fulton John Sheen (8 de maio de 1895 —  9 de dezembro de 1979), foi um bispo (depois arcebispo) católico da diocese de Rochester entre 1966 e 1969. Lema episcopal: Da per matrem me venire (Conceda que eu possa ir [a Vós] através da mãe [Maria]. Quase todos os seus livros foram publicados antes do episcopado, após, 1970, escreveu o livro Marcas de Passos na Floresta Sombria. 

Enquanto tudo isso acontecia, um religioso dominicano, em sua vida pouco conhecida levantava uma pequena vela, consciente ou inconscientemente - mas certamente por inspiração do Senhor - escrevendo o livro: Pedagogia do Espírito Santo. 

Ele que é retificador, o Dedo de Deus. 



 O que esse livro acrescentou na minha vida pessoal? 



Acredito que foi condensar os ensinamentos de São Tomás a respeito da ação do Espírito Santo, algo pouco falado. 


 Para quem você indicaria esse livro? 



Para todos os que de alguma maneira tem dúvidas sobre a ação do Espírito Santo e buscam uma abordagem séria, simples e tomista a respeito. 


 Citações favoritas 



"Na vida espiritual, o instinto das coisas divinas, criado pelo Espírito Santo nas almas dispostas a recebê-lo, havendo-o pedido em oração muito humilde, tem um belo nome: chama-se senso cristão."

"A ação do Espírito Santo... far-nos-á passar da fórmula à realidade das coisas."

"O Espírito cria convicções geradoras de vida."

"As verdades divinas que Ele nos comunica hão de ser necessariamente traduzidas em palavras humanas."

"A obra educadora do Espírito Santo terá, pois, de comunicar à nossa vontade a força a determiná-la, no sentido do bem que ele espera de nós."

"O abandono filial é o segredo da santidade". 

"Se nossa decisão for segundo o Seu Coração, Ele a fará ter bom êxito; se não for, fechará a porta e a situação se tornará nítida". 

"Dando-se à tarefa delicada de reerguer nossa natureza tão gravemente ferida, o Espírito Santo, para fazer obra durável, terá primeiramente de desentulhar para em seguida, edificar."

"Só o homem, por causa do temível privilégio da liberdade, pode falhar em relação à ordem criadora."

"...o sinal tangível de saúde espiritual: o espírito de mortificação."

"... a mortificação cristã é, antes de tudo, obra de saneamento das nossas tendências viciadas, é um trabalho de retificação de desvios, e não uma destruição do indivíduo."

"Ele tem horror a meias medidas". 




You May Also Like

0 comentários

Olá, Paz e Bem! Que bom tê-lo por aqui! Agradeço por deixar sua partilha.