Devocional 37| Dons do Espírito Santo - Entendimento e Ciência - correspondentes à Fé (São Tomás de Aquino)

by - julho 13, 2020



Devocional 37| Dons do Espírito Santo - Entendimento e Ciência - correspondentes à Fé


Textos anteriores clique do Devocional aqui


A virtude da fé, com a cooperação de alguns dons do Espírito Santo, é suficiente para conhecer as verdades sobrenaturais na medida que nos é possível neste mundo. 

Os dons do Espírito Santo destinados a cooperar com a virtude da fé, são os dons do entendimento e da ciência. 

O dom do entendimento auxilia a virtude da fé no conhecimento da verdade revelada da seguinte forma: se se trata de verdades  que não excedem a capacidade de nosso entendimento, faz com que debaixo do influxo direto do Espírito Santo, a alma penetre no sentido íntimo e mais recôndito dos enunciados divinos e das proporções que com eles guardam relação, e quando se trate de mistérios, faz-lhe ver que não se lhes opõe nenhuma outra verdade conhecida, apesar dos problemas e dificuldades que os mistérios apresentam. 

O dom do entendimento é o dom de iluminação por excelência, tudo que de claridade e puros gozos intelectuais de ordem sobrenatural que há em nós, o devemos ao dom de entendimento, o qual faz frutificar na alma os germes da verdade infinita, objeto próprio e direto da virtude da fé. Assim este dom influi também na prática das virtudes, uma vez que as verdades sobrenaturais são postas em relevo e aderidas pela faculdade da vontade, divinizada pelo amor a Deus (que é a virtude da caridade). 

A virtude da fé tem por objeto três classes de verdades reveladas: umas que se referem a Deus, outras às criaturas e outras às direções dos atos humanos. O homem adere à essas verdade mediante a virtude da fé, no entanto, não pode compreende-las, nem penetrar o seu sentido mais profundo. No entanto, sem isso, não lhe é possível formar juízos mais profundos, vem então os dons do Espírito Santo em seu auxilio. 

Manisfestar o sentido íntimo e profundo das verdades reveladas é objetivo do dom do entendimento, o dom da sabedoria tem por objeto formar juízo reto e seguro no que se refere às coisas de Deus; no que se refere às criaturas pertence ao dom da ciência, e por fim, no que diz respeito aos atos humanos pertence ao dom de conselho.

Tomando esta doutrina definimos o dom da ciência como uma virtude (do latim virtus=força) por mercê da qual, o cristão, no estado de graça e diretamente movido pelo Espírito Santo, conhece e distingue imediatamente, sem discurso, nem raciocínio, de modo direto, poderemos dizer, intuitivo, o que é objeto da fé, regra de bem proceder e ato virtuoso, e a maneira como havemos de servir-nos das criaturas para nos acercarmos da Verdade Suprema.

Este dom é de especial importância em nossos dias já que é o remédio de uma das pragas que afligem o gênero humano desde a renascença, que é o ato de converter o estudo - que em si deve ser usado para nos aproximar de Deus- em arma para combater a fé, renovando costumes pagãos. Este é um dos principais males que afligem a sociedade moderna. 

Portanto, os remédios para uma sociedade ímpia e afastada de Deus é a virtude da fé e seus aliados, quando a alma está em estado de graça, o dom de entendimento e ciência. Pois o dom da ciência combate a ignorância, o entendimento a cegueira de espírito e o embrutecimento (ou seja, baixeza e vileza) dos sentidos. Tais vícios provêm, principalmente, dos pecados da carne que asfixiam a alma. 

Catecismo da Suma Teológica de São Tomás de Aquino













You May Also Like

2 comentários

  1. Ana, os devocionais me ajudam muito! Tenho aprendido muito e sinto que eles são como alimento para a minha alma, uma pequena porção que me ajuda a não vacilar. Muito obrigada!

    ResponderExcluir

Olá, Paz e Bem! Que bom tê-lo por aqui! Agradeço por deixar sua partilha.