Devocional 27: Educação do Coração e as 11 Paixões

by - maio 04, 2020


Devocional 27 Educação do Coração e as 11 Paixões




Também podem influenciar nos atos da vontade rumo ao último fim os movimentos afetivos chamados paixões. 

Tais movimentos não são exclusivos do homem, os animais também os têm. No entanto, as paixões humanas podem ser sujeito da moralidade, pois somente o homem está sujeito ao império da vontade livre. 

Chamamos propriamente de paixões aos movimentos do coração que nos impelem a procurar o bem e a fugir do mal, conforme nos apresentam os sentidos.

As paixões são 11: amor, desejo, prazer ou alegria, ódio, tédio, tristeza, esperança, audácia, temor, ira e desesperação. 

As paixões estão ligadas a nossa natureza sensitiva. O homem é composto de duas naturezas, uma racional e outra sensitiva, esta última é a primeira que atua, já que está em contato com o exterior e dele retira os dados de conhecimento e ação. 

Logo, as paixões nem sempre são más, em si mesmas. Se tornam más quando não estão de acordo com a reta razão, afastando do bem e impelindo para o mal sensível, antecipando ou contrariando o juízo da razão. 

Tais paixões não se condicionam somente na parte sensível mas também abarcam a faculdade da vontade. Ao falarmos do coração humano, referimo-nos as duas espécies paixões: as sensitivas e as da vontade. 

Assim o conselho bíblico de vigiar atentamente os movimentos do coração, significa que devemos por um grande cuidado em não seguirmos inconsequentemente os primeiros movimentos afetivos, visto que só nos impelem a procurar o prazer e a fugir do sofrimento. 

Também se recomenda a educar o coração, que significa que devemos nos ocupar em desarraigar os movimentos afetivos que nos inclinam ao mal. 

Estes conselhos são de suma importância pois são como o resumo de todos os esforços do homem para adquirir a virtude e afastar-se do vício. 

Baseado no Catecismo da Suma Teológica de São Tomás



Devocional 27: Educação do Coração e as 11 Paixões




Nem muitas águas conseguem
apagar o amor;
os rios não conseguem levá-lo
na correnteza.
Se alguém oferecesse todas as riquezas
da sua casa para adquirir o amor,
seria totalmente desprezado.
Cânticos 8,7



You May Also Like

0 comentários

Olá, Paz e Bem! Que bom tê-lo por aqui! Agradeço por deixar sua partilha.