Carta 20| A Santa Ordem: um princípio de eternidade

by - fevereiro 27, 2021

Carta 20| A Santa Ordem: um princípio de eternidade



Piracicaba, 09 de dezembro de 2020

Parece-me que se passaram somente alguns dias desde a carta que lhe escrevi falando sobre o meu cansaço de fim de ano...mas na verdade já faz um ano. E que ano! Parece um professor de metafísica, um daqueles que não entendemos nada e depois de um tempo entendemos alguma coisa


"O tempo não é uma medida. Um ano não conta, dez anos não representam nada. Ser artista não significa contar, é crescer como a árvore que não apressa a sua seiva e resiste, serena, aos grandes ventos da primavera, sem temer que o verão possa não vir. O verão há de vir. Mas só vem para aqueles que sabem esperar, tão sossegados como se tivessem a sua frente a eternidade.“ (Rainer Maria Rilke)

A arte de viver a vida é realmente interessante. Como lhe falei naquela carta, eu estava muito cansada, acredito que você também estava, mas agora (rs)... mas parece que a espera fez sua catarse, neste ano só posso falar do princípio de eternidade: a Santa Ordem. Esta ordenação interior que nos permite suportar os ventos, chuvas e raios... que permite, como a planta que vive no mais grave inverno, esperar a primavera e o verão.

A ordem, este princípio eterno, faz morada na alma que espera e então ela volta a se harmonizar com a criação para render louvor ao Criador. Harmonia que é o princípio da Beleza. A ordem que retifica o nosso olhar.

Um olhar corajoso para o futuro, muitas vezes é a ação mais nobre, mais virtuosa, mais cristã. Um olhar corajoso que aceita a realidade como ela é e não se intimida na adversidade (Papa Francisco). Que convite simples e desafiador!

Nós que somos tão frágeis, Deus tem nos lembrado disso. Mas tem nos lembrado, muito mais, que: uma fortaleza poderosa é o nosso Deus.

"Uma pessoa que espera é uma pessoa paciente. A palavra paciência significa a disposição para permanecer onde estamos e viver plenamente a situação, na crença de que algo oculto se manifestará ali para nós." (Henri Nouwen)

Singelamente, Ana

You May Also Like

0 comentários

Olá, Paz e Bem! Que bom tê-lo por aqui! Agradeço por deixar sua partilha.