Intelectuais Católicos Brasileiros e Acervo Acadêmico Salus

by - novembro 04, 2022




Introdução

O objetivo deste espaço é oferecer aos universitários católicos um ambiente em que possam apresentar seus trabalhos ou coletar bons trabalhos. 

O papel do estudante católico é fazer veicular nos meios acadêmicos as boas referências que estão sendo tão dedicadamente produzidas em artigos, livros e documentários. Cabe ao universitário tornar o ambiente acadêmico mais salutar, veiculando boas publicações através das  referências bibliográficas de seus trabalhos. 

Para facilitar e estimular tal esforço abro este espaço. Você poderá enviar sua monografia, artigo ou tese que, após verificação das referências, serão disponibilizadas aqui para consulta. Os critérios para a adesão são: conter citações, diretas ou indiretas, de autores católicos ou os chamados conservadores. 

Contamos com você salutar! 


Acervo Acadêmico Universitário Salutar


Exatas




Indicações de intelectuais católicos brasileiros para uso em trabalhos acadêmicos


Leonel Franca: sacerdote e professor brasileiro. Recebeu o Prêmio Machado de Assis pela Academia Brasileira de Letras, em 1947, como homenagem ao conjunto de sua obra.
Obras (aqui): 
Noções de História da Filosofia (1918; 2ª ed. 1921; 3ª ed. 1928; 7ª ed. 1940)
Apontamentos de Química Geral (1919)
A Igreja, a Reforma e a Civilização (1922)
O Divórcio (1931; 6ª ed. 1946; 8ª ed. 1951)
A Psicologia da Fé (1934)
O Protestantismo no Brasil (1938) 
A Crise do Mundo Moderno (1941) 
Pensamentos Espirituais (1949)
O Método Pedagógico dos Jesuítas (O Ratio Studiorum) (1952)
Liberdade e Determinismo (1954)
A Formação da Personalidade (1954)
O Problema de Deus 
Relações entre a Igreja e o Estado
Catolicismo e Protestantismo
O Livro dos Salmos

Jackson Figueiredo:  advogado brasileiro, que atuou intensamente como professor, jornalista, crítico, ensaísta, filósofo e político. Após sua conversão ao catolicismo organizou o movimento católico leigo no Brasil.
Obras (aqui): 
Bater de Asas, (sonetos) 1908
Zincaros (versos), 1910
Xavier Marques, 1913
Garcia Rosa, 1915
Algumas Reflexões sobre a Filosofia de Farias Brito, 1916
Incenso de Oiro 1917
Crepúsculo Interior (versos) 1918
Boa imprensa (critica), 1919
A Questão So­cial na Filosofia de Farias Brito, 1919
Humilhados e Luminosos 1921
Do Nacionalismo na Hora Presente, 1921
Afirmações, 1921
A Reação do Bom Senso, 1921
Pascal e a Inquietação Moderna, 1924
Auta de Sousa, 1922
Literatura Reacionária, 1924
A Coluna de Fogo, 1924
Durval de Morais e os Poe­tas de Nossa Senhora, 1925
Aevum, 1932 (post mortem)
Correspondência, 1946 (post mortem)
Também colaborou com jornais e revistas, como a Gazeta de Notícias e O Jornal.

Gustavo Corção: escritor, engenheiro, ensaísta e jornalista católico brasileiro, autor de diversos livros sobre política e conduta, além de um romance. Foi membro da antiga União Democrática Nacional (UDN) e um expoente do pensamento conservador no Brasil.
Obras (aqui):
A Descoberta do Outro (1944)
Três Alqueires e Uma Vaca (1946)
Lições de Abismo (1950) (Romance)
As Fronteiras da Técnica (1954)
Dez Anos (1956)
Claro Escuro (1958)
Machado de Assis (1959)
Patriotismo e Nacionalismo (1960)
O Desconcerto do Mundo (1965)
Dois Amores, Duas Cidades (1967)
A Tempo e Contra-tempo (1969)
Progresso e Progressismo (1970)
O Século do Nada (1973)

Obras Póstumas:
Conversa em Sol Menor (1980)
As Descontinuidades da Criação (1992)
Gustavo Corção Tomista (2012)
Uma Teologia da História (2015)
A Igreja Católica e a Outra (2018)



You May Also Like

0 comments

Olá, Paz e Bem! Que bom tê-lo por aqui! Agradeço por deixar sua partilha.