Devocional 17| Ação das criaturas no governo do mundo: Ordem do Universo

by - fevereiro 25, 2020




As criaturas podem exercer um influxo uma nas outras para efetuar mudanças e alterações que se observam no mundo. Neste mútuo influxo se funda a ordem do universo que, por sua vez, são reguladas pelas leis da Providência. A Providência é o meio ou o instrumento que Deus utiliza para induzir as criaturas ao fim que Ele preparou. Deus poderia não utilizar tal recurso, mas tal procedimento possibilita a Sua maior Glória e ainda enobrece e torna mais perfeita a criatura que toma parte com Ele na execução de Seus Planos, que é guiar os seres ao seu fim último (o Sumo Bem). Digo que possibilita a maior glória de Deus pois que é sinal de grandeza e poderio soberano possuir uma legião de ministros submissos e prontos a executar Suas Santas Ordens. 

Assim quando as criaturas exercem o mútuo influxo, estão a cumprir as Ordens absolutas de Deus, pois é impossível que qualquer criatura execute atos não previstos, nem ordenados no plano da Providência Divina. 

Também não é possível que a atuação de uma criatura, sendo instrumento de Deus, perturbe ou contrarie o Plano Divino, pois quaisquer que sejam os seus atos, ordenados estão por Deus, para o bem do universo. 

No entanto, os atos desordenados podem ocasionar maus físicos e morais, ou seja, podem ocasionar um mal particular. Pois podem alterar a ordem de um grupo em particular ou impedir a manifestação secundária do poder e da vontade de Deus. Portanto, não gera um impedimento do Plano Divino em seu nível macro, considerando o plano em conjunto, mas gera um mal num nível particular, inferior.

Isso acontece devido ao soberano poder de Deus, que é de tal forma grandioso que se utiliza do mal particular, subordinando-o a um fim mais elevado para que contribua para o bem universal. 

Isso não significa que não há ação das criaturas que não estejam dispostas maravilhosamente a cooperar para o bem do universo; antes se algo aparece prejudicial e deslocado, num plano inferior, tem razão de ser visto como ruim, prejudicial e desordenado, mesmo considerando um plano de vista mais alto, ou seja, mesmo considerando que tais atos inferiores não interferem os Planos Divinos numa visão em conjunto, mas geram, como vimos, males particulares. 

Compreenderemos, no entanto, a maravilhosa grandeza de Deus somente no Céu, pois que o nosso entendimento não abarca os corações de todas as criaturas e os segredos do Coração Divino. 

Baseado na Suma Teológica de São Tomás em forma de Catecismo












You May Also Like

0 comentários

Olá, Paz e Bem! Que bom tê-lo por aqui! Agradeço por deixar sua partilha.