Devocional 12: Das potências (faculdades) da alma

by - dezembro 02, 2019


Devocional 12: Das potências (faculdades) da alma



O corpo vive das potências vegetativas, que são três: o poder de nutrição, o do crescimento e de reprodução.

E sente por virtude das potências sensitivas que são se dividem em duas classes: cognoscitiva e afetiva.

Das cognoscitivas


1- Cognoscitivas (com sentidos exteriores) que são cinco sentidos

2- Cognoscitivas sensíveis (sem órgão externo) que são o senso comum, a imaginação, o instinto e a memória.

O homem possuí também outra faculdade cognoscitiva chamada de inteligência ou razão, que são uma só potência, no entanto, tem dois nomes pois há verdades que o entendimento compreende de um só golpe e outras que necessita de raciocínio.

O homem possuí assim a capacidade de discorrer (entender pelo raciocínio), tal habilidade é uma perfeição do homem em relação a outros seres, pois pode chegar a verdade por esse meio. E imperfeição, comparado a Deus e aos anjos, pois pode ainda cair no erro.

A verdade é o conhecimento do que existe. 

A ignorância é a carência de conhecimento sobre algo. 

O erro é atribuir existência ao que não a teve ou tem. 

A verdade pode ser conhecida a partir da idade da razão, 7 anos. No entanto, não é possível, mesmo por investigação, adquirir o conhecimento de todas as verdades; mas poderá conhecer naturalmente as coisas sensíveis e as verdades que deste conhecimento se derivam.

Das Afetivas: o Livre Arbítrio


As faculdades afetivas é o poder que o homem tem de propender para o que as faculdades cognoscitivas lhe apresentam como bom e de fugir do que como mau lhe põem diante dos olhos.

Existem duas classes de faculdades afetivas: o apetite sensitivo e a vontade (que é um apetite, mas mais nobre e espiritual) e portanto mais perfeito.

Baseado no Catecismo da Suma Teológica de São Tomás de Aquino, Doutor da Igreja




"O coração do homem dispõe o seu caminho, mas é o Senhor que dirige seus passos ("cor hominis disponet viam suam sed Domini est dirigere gressus ejus")
Provérbios 16, 9



"Tomo hoje por testemunhas o céu e a terra contra vós: ponho diante de ti a vida e a morte, a bênção e a maldição. Escolhe, pois, a vida, para que vivas com a tua posteridade, "amando o Senhor, teu Deus, obedecendo à sua voz e permanecendo unido a ele. Porque é esta a tua vida e a longevidade dos teus dias na terra que o Senhor jurou dar a Abraão, Isaac e Jacó, teus pais.”
Deuteronômio 30,19-20



"Porém, se vos desagrada servir o Senhor, escolhei hoje a quem quereis servir: se aos deuses, a quem serviram os vossos pais além do rio, se aos deuses dos amorreus, em cuja terra habitais. Porque, quanto a mim, eu e minha casa serviremos o Senhor”.
Josué 24,15



Deus "retribuirá a cada um conforme o seu procedimento". Ele dará vida eterna aos que, persistindo em fazer o bem, buscam glória, honra e imortalidade. Mas haverá ira e indignação para os que são egoístas, que rejeitam a verdade e seguem a injustiça. Haverá tribulação e angústia para todo ser humano que pratica o mal: primeiro para o judeu, depois para o grego; mas glória, honra e paz para todo o que pratica o bem: primeiro para o judeu, depois para o grego. Pois em Deus não há parcialidade.
Romanos 2,6-11



"...voltem a si, uma vez livres dos laços do demônio, que os mantém cativos e submetidos aos seus caprichos."
2 Timóteo 2, 26




"Tudo é permitido, mas nem tudo é oportuno. Tudo é permitido, mas nem tudo edifica."
1 Coríntios 10, 23



"Vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não abuseis, porém, da liberdade como pretexto para praze­res carnais. Pelo contrário, fazei-vos servos uns dos outros pela caridade"
Gálatas 5,13



Oração


Escolhi o caminho da fidelidade;
decidi seguir os teus decretos. Apego-me as tuas ordens,
ó Senhor;
não permitas que eu fique confundido.

Salmos 118 (119), 30-31










You May Also Like

0 comentários

Olá, Paz e Bem! Que bom tê-lo por aqui! Agradeço por deixar sua partilha.