Séries que ensinam virtudes: She was pretty| Dorama

by - novembro 24, 2018

INTRODUÇÃO

Nós como católicos devemos nos atentar a qualidade do que assistimos e em atenção a essa necessidade tenho a intenção de salientar as virtudes contidas em algumas séries e filmes. 

A série que hoje me motiva a escrever esse pequeno review é a série chinesa General and I.

Antes de abordar as virtudes e também alguns pontos de reflexão é importante que saibam o motivo que me faz indicar séries asiáticas, chamadas Doramas.

Primeiro: são séries com muito pudor. Por razões culturais você raramente encontrará comportamentos luxuriosos e cenas de nudez explicita nas séries, nem mesmo comportamentos depravados. Para que você tenha uma idéia até mesmo um beijo e pegar na mão é extremamente raro e só acontece depois de muitos episódios e raramente. Isso é de extremo valor para nós brasileiros que temos muita dificuldade em viver o pudor devido a necessidade, quase crônica, de tocar nas pessoas. Especialmente aqueles que desejam viver um namoro santo, encontrarão nessas séries uma forma de absorver formas de comportamento mais comedidas e também poderão reafirmar a certeza de que amor e tocar na pessoa são coisas distintas. Observar como eles são comedidos nos ajuda a viver a temperança, o pudor e a modéstia em nossas atitudes.

Segundo: os personagens realmente condensam em si a missão masculina no homem e a feminina na mulher, fica extremamente claro a distinção e a importância de cada missão. O homem sempre protege e a mulher sempre espera, aguarda e leva o homem a valores mais elevados sem se anular.

Terceiro: em muitas séries é possível notar a evolução da cultura asiática através do contato com a cultura ocidental (judaico cristã). Portanto, nos ajuda a notar como os valores cristãos incutidos nas leis e moral auxiliaram diversos povos a melhorarem (principalmente em relação ao valor da mulher e ao casamento), mesmo indiretamente, como é o caso da Ásia, eles não são um povo evangelizado, no entanto, em sua maioria absorveram muitas coisas culturalmente católicas, afinal o catolicismo é também uma cultura. Além disso, em séries contemporâneas é possível notar como o cristianismo tem feito parte da vida do povo comum. Presentes em hospitais, escolas e orfanatos, além das igrejas é fácil notar cruzes pelas cenas, assim como as diversas reações ao cristianismo, temos desde aqueles que acabam recebendo o beneficio das obras de caridade até personagens que representam não pessoas em si, mas a cultura milenar desses países e sua tentativa de permanecer. Aliás boa parte das séries possuem a intenção de ressaltar os valores da cultura oriental, não fazem menção direta a nenhuma religião, o que permite que possamos trabalhar o filtro para absorver as qualidades e nos atentar ao que chamo de brecha de evangelização (todas as civilizações possuem pequenas brechas que possibilitam a conversão ao cristianismo e é assim que a Igreja vem evangelizando desde São Paulo com os gregos) e observar os pontos de erro para treinar como refutá-los (ao menos essas é a forma como eu assisto).


A série She was pretty é uma série coreana moderna de comédia romântica.

Como o nome nos aponta, a série aborda o tema da beleza.

A protagonista é uma "fracassada" que acaba como estagiária numa revista de moda, além desse fator ela tem uma aparência desagradável, ainda mais para os padrões coreanos. 

Para lhe contextualizar, a Coréia é um dos países com maior demanda de cirurgias plásticas, é um dos mercados mais famosos da medicina por lá, além de ser um dos presentes de maioridade mais frequentes. 

Portanto, é comum que as séries nos apresentem reflexões sobre a beleza e os padrões idealizados naquela cultura, no entanto, essa série aborda mais profundamente a questão entre o desleixo e a beleza.

Também fala sobre sucesso profissional, dedicação ao trabalho, sonhos que são esquecidos e relacionamentos que podem nos fazer encontrar quem somos de verdade.

A série também apresenta as consequências de se ter vergonha de si mesmo.

Outro aspecto também interessante, é a presença do cristianismo na cultura coreana. De forma sutil a série mostra como as percepções do cristianismo e a cultura ocidental passaram a fazer parte do dia a dia na Coréia através dos hospitais, escolas e orfanatos. Numa cena da protagonista com a melhor amiga, em casa, fica claro essas influências.

Conclusão: devo dizer que é uma série muito, muito, muito divertida e que ainda trás vários ensinamentos sobre amizade, vida profissional e auto aceitação. 

Salve Maria Puríssima!







You May Also Like

0 comentários

Olá, Paz e Bem! Que bom tê-lo por aqui! Agradeço por deixar sua partilha.