SÉRIES QUE ENSINAM VIRTUDES: GENERAL AND I| DORAMA

by - outubro 23, 2018

INTRODUÇÃO

Nós como católicos devemos nos atentar a qualidade do que assistimos e em atenção a essa necessidade tenho a intenção de salientar as virtudes contidas em algumas séries e filmes. 

A série que hoje me motiva a escrever esse pequeno review é a série chinesa General and I.

Antes de abordar as virtudes e também alguns pontos de reflexão é importante que saibam o motivo que me faz indicar séries asiáticas, chamadas Doramas.

Primeiro: são séries com muito pudor. Por razões culturais você raramente encontrará comportamentos luxuriosos e cenas de nudez explicita nas séries, nem mesmo comportamentos depravados. Para que você tenha uma idéia até mesmo um beijo e pegar na mão é extremamente raro e só acontece depois de muitos episódios e raramente. Isso é de extremo valor para nós brasileiros que temos muita dificuldade em viver o pudor devido a necessidade, quase crônica, de tocar nas pessoas. Especialmente aqueles que desejam viver um namoro santo, encontrarão nessas séries uma forma de absorver formas de comportamento mais comedidas e também poderão reafirmar a certeza de que amor e tocar na pessoa são coisas distintas. Observar como eles são comedidos nos ajuda a viver a temperança, o pudor e a modéstia em nossas atitudes.

Segundo: os personagens realmente condensam em si a missão masculina no homem e a feminina na mulher, fica extremamente claro a distinção e a importância de cada missão. O homem sempre protege e a mulher sempre espera, aguarda e leva o homem a valores mais elevados sem se anular.

Terceiro: em muitas séries é possível notar a evolução da cultura asiática através do contato com a cultura ocidental (judaico cristã). Portanto, nos ajuda a notar como os valores cristãos incutidos nas leis e moral auxiliaram diversos povos a melhorarem (principalmente em relação ao valor da mulher e ao casamento), mesmo indiretamente, como é o caso da Ásia, eles não são um povo evangelizado, no entanto, em sua maioria absorveram muitas coisas culturalmente católicas, afinal o catolicismo é também uma cultura. Além disso, em séries contemporâneas é possível notar como o cristianismo tem feito parte da vida do povo comum. Presentes em hospitais, escolas e orfanatos, além das igrejas é fácil notar cruzes pelas cenas, assim como as diversas reações ao cristianismo, temos desde aqueles que acabam recebendo o beneficio das obras de caridade até personagens que representam não pessoas em si, mas a cultura milenar desses países e sua tentativa de permanecer. Aliás boa parte das séries possuem a intenção de ressaltar os valores da cultura oriental, não fazem menção direta a nenhuma religião, o que permite que possamos trabalhar o filtro para absorver as qualidades e nos atentar ao que chamo de brecha de evangelização (todas as civilizações possuem pequenas brechas que possibilitam a conversão ao cristianismo e é assim que a Igreja vem evangelizando desde São Paulo com os gregos) e observar os pontos de erro para treinar como refutá-los (ao menos essas é a forma como eu assisto).



A série General and I é uma série chinesa histórica.

E como o próprio nome indica, trata-se da história de um general e uma moça órfã e só no mundo, mas muito, muito inteligente. A série se desenrola em mais de 60 episódios e embora seja um romance aborda uma visão incrível sobre o feminino e masculino, não somente nos personagens principais mais também nos casais coadjuvantes, o homem como protetor e a mulher como o sinal da beleza. 

Além desse aspecto, que na verdade é o que sempre me causa admiração, também vemos uma visão de mulher que é forte e inteligente, muito inteligente, que conserva a sua feminilidade.

O tema da série é a nação. Uma característica muito interessante dessa história, pois embora aconteça o romance, o tema da série é o patriotismo de ambos os personagens, tudo isso regado a exemplo de fidelidade, caridade, abnegação, honestidade, honra, coragem. É claro que para que estas virtudes se tornem mais evidentes existe também seus antagônicos, os vícios, presentes na trama.

Também vemos uma imagem profunda sobre o casamento, ponto que vale a pena dar uma atenção extra, os motivos para o casamento e o significado de se unir a uma pessoa, a fidelidade ao voto dado. Lembrando que em todas as culturas o casamento é algo de fato feito pelos noivos, no catolicismo também, o casamento é o único sacramento feito pelos noivos, ou seja, ambos fazem votos expressos diante de Deus e juram cumpri-lo até a morte. Esse aspecto, do cumprimento do voto, é abordado com clareza e muita honradez na série.

Conclusão: devo dizer que é uma série muito empolgante mas acima de tudo instrutiva.

Salve Maria Puríssima!









You May Also Like

2 comentários

  1. Que legal ver doramas sendo indicados!:)
    Eu sempre gosto muito de dramas asiáticos justamente por retratarem mais o aspecto das diferenças entre homem e mulher, pelo respeito ao corpo de forma geral e digamos que 80% desses romances tem o sexo como algo que acontece após o casamento e nunca (todos os que assisti e olha que foram muitos!) é mostrado de fato o ato.
    Em contrapartida, tenho notado que atualmente mesmo entre os doramas há muitos que tem tratado de temas espíritas, o "empoderamento" das mulheres ou algumas histórias muito muito materialistas. Alguns que não pretendo terminar de assistir são o "The beauty inside" e o "What's wrong with secretary kim" por ter tido spoilers e saber que o último citado pelo menos apela mais para o lado sexual, mostra várias vezes corpos despidos podendo ferir a nossa castidade, a luta cotidiana contra os pensamentos e desejos etc.
    Enfim, sempre temos que estar alertas.

    Esse ano deixei de assistir como oferecimento ao Senhor durante a Quaresma e até agora não voltei. Eu pretendo voltar a assistir no próximo mês e vou começar por tuas indicações que estão aqui e se tiver mais algumas eu agradeço. ^~^
    Também deixo algumas para ti:
    * Come and hug me; (sobre perdoar e se reconciliar com o seu passado, muito bonito)
    * I'm not a robot;
    * Thirty but seventeen ou "still 17";
    * Mother;
    * My Mister ou "My Ahjussi"; (só amorrrrr)
    * Life on Mars;
    * Scarlet Heart Ryeo (pra chorar bastante já deixo um alerta rs)
    * Weightlifting fairy kim bok joo.
    São alguns que me vem na cabeça de doramas bons, nem todos são de romance homem e mulher mas todos trazem um bom enredo, boas histórias e lições. Alguns eu fico pensando e realmente refletindo nas personalidades e pensamentos mostrados..

    Enfim,
    com muito carinho, paz e bem Ana.

    ResponderExcluir
  2. Sério, concordo com você gosto de Dorama justamente por isso ,por ser normalmente sem imoralidade e em geral não tratarem a mocinha como um objeto. Eu estava cheia de ver séries americanas em que a imoralidade reinava solta, até entre séries adolescentes! Que falar das novelas então? Uma porcaria. Eu tinha um pouco de preconceito com doramas, mas agora gosto muito de assistir.

    ResponderExcluir

Olá, Paz e Bem! Que bom tê-lo por aqui! Agradeço por deixar sua partilha.