Total Consagração à Santíssima Virgem Maria 2019: Cronograma de Maio

by - janeiro 03, 2019

Salve Maria Puríssima!

Sabendo que muitos desejam se consagrar e que precisam de cronogramas detalhados para a etapa de preparação e exercícios espirituais, iniciei o trabalho de fazer cronogramas para as datas marianas de cada mês.

Portanto, não deixe de se consagrar ou renovar a sua consagração seguindo o cronograma passo a passo. Não deixe de acessar os links sugeridos, toda formação que receber é válida para uma consagração madura.

Agora segue as orientações para quem deseja se consagrar:

Atenção: QUEM NÃO PODE SE CONSAGRAR: amasiados, pessoas em namoros imorais, homossexuais que não rejeitaram suas más inclinações,  pessoas com vida sexual desregrada, pessoas que não estão em estado de graça (ou seja estão vivendo vidas que não permitem a comunhão), aqueles que defendem o aborto, o comunismo, as mulheres que fazem uso de anticoncepcionais ou métodos contraceptivos, que frequentam a maçonaria, espiritismo, candomblé ou qualquer outra seita. Ou seja, qualquer pessoa que esteja em pecado mortal e não tem a intenção de deixar essa situação, aqueles que querem se dedicar a fazer a vontade já expressa de Deus, devem se determinar a sair dessa situação de vida, buscar um sacerdote, pois Deus não recusa o perdão e acolhimento a quem deseja amá-lo e se emendar com determinação. "Quem me ama segue os meus mandamentos" (Jo 14, 21)


O que é pecado mortal? O pecado mortal é cometido quando, ao mesmo tempo, há matéria grave, plena consciência e deliberado consentimento. Este pecado destrói a caridade, priva-nos da graça santificante e conduz-nos à morte eterna do inferno, se dele não nos arrependermos.


1- Cronograma de Estudo do Tratado da Verdadeira Devoção


a) O cronograma é embasado em duas horas semanais de dedicação, 

b) Para realizá-lo é preciso ter em mãos o Tratado da Verdadeira Devoção a Santíssima Virgem, é obrigatório!

c) Para cada capítulo você encontrará uma áudio-aula e um texto de apoio, que não devem ser negligenciados, visto que estudar o Tratado é de fundamental importância para o entendimento do que é a Consagração,


2- Cronograma de Exercícios Espirituais Preparatórios


a) Para se consagrar é preciso fazer 30 dias de Exercícios Espirituais, para isso você deverá usar as orações orientadas por São Luís de Montfort no fim do Tratado.

b) Para melhor vivência desse período, você deverá escutar os áudios com temas de reflexão para cada dia, tornando assim esse tempo mais fecundo e profundo.

Então, segue o seu cronograma e que você tenha uma determinada determinação de não retroceder:

Para melhor aproveitamento leia o capítulo do dia no Tratado e depois as áudio-aulas ou texto de apoio (você pode optar por um ou outro meio de aprofundamento, como for melhor). Você pode realizar esse aprofundamento durante a semana, mas aconselho não deixar muito tempo entre a leitura do capítulo e o aprofundamento, pois nossa memória é sempre muito fraca e nossa carne também, de modo que você pode afrouxar a formação.

Dia da Consagração: você deve realizar uma Confissão Geral (clique aqui.), Comunhão e Recitar a fórmula da Total Consagração (que está no fim do Tratado) em frente a uma imagem da Santa Virgem, não é obrigatória a presença do padre ou após a Comunhão, dentro do Rito da Santa Missa, se padre autorizar.

Qualquer dúvida, após o estudo do material linkado, estou a disposição!


CRONOGRAMA MAIO 2019

13- NOSSA SENHORA DE FÁTIMA
24- NOSSA SENHORA AUXILIADORA
31- NOSSA SENHORA DA VISITAÇÃO E NOSSA SENHORA MEDIANEIRA DE TODAS AS GRAÇAS
(esse cronograma pode ser utilizado para todas as datas)

Nossa Senhora de Fátima

Em maio de 1917 o Papa Bento XV, em meio a Primeira Guerra Mundial, convocou todos os católicos para se unirem em oração e pedirem a Nossa Senhora que intercedesse na guerra e trouxesse paz para aquele momento. E foi a partir daí que começa a história de Nossa Senhora de Fátima.
História de Nossa Senhora de Fátima

Oito dias após a convocação do Papa, em resposta as orações, Nossa Senhora de Fátima fez sua primeira aparição em 13 de maio de 1917 na pequena aldeia de Fátima em Portugal. Em um local chamado “Cova de Iria”, ela apareceu para três pequenos pastorinhos: Lúcia, Francisco e Jacinta.

Por volta de meio-dia eles brincavam pelo campo enquanto cuidavam de um pequeno rebanho quando pararam para rezar o terço, como já era de costume. Queriam voltar logo para a brincadeira e por isso rezaram à moda deles e rapidamente voltaram para o campo e foi quando viram um clarão bem similar ao de relâmpagos.

Acharam que ia chover e por isso se recolheram para ir embora e foi quando viram um segundo clarão em cima da copa de uma árvore (chamada azinheira) e em seguida viram Nossa Senhora de Fátima. Assustados, quiseram correr, mas Nossa Senhora logo os tranquilizou e pedindo que não tivessem medo, pois ela vinha do Céu.

Segundo relato dos próprios pastorinhos, a visão era de uma “Senhora mais brilhante que o Sol”, e em suas mãos pendia um Rosário. Serena e tranquila disse às crianças:

“Vim para pedir que venhais aqui seis meses seguidos, sempre no dia 13, a esta mesma hora. Depois vos direi quem sou e o que quero. Em seguida, voltarei aqui ainda uma sétima vez.”

E as aparições aconteceram sete meses seguintes conforme o prometido.

Antes de ir embora, Nossa Senhora de Fátima ainda ressaltou:

“Rezem o Terço todos os dias, para alcançarem a paz para o mundo, e o fim da guerra.”


Nossa Senhora Auxiliadora




Maria Auxiliadora ganhou a invocação de Nossa Senhora Auxiliadora ou Auxílio dos Cristãos é uma invocação instituída pelo Papa Pio V no ano de 1571, após a grande vitória dos cristãos sobre o exército muçulmano no estreito de Lepanto, que era a porta de entrada para a Europa.

Situação dramática

Nos anos anteriores os turcos muçulmanos, conhecidos e temidos como o Império Otomano, estavam prestes a invadir a Europa através do Estreito de Lepanto. Ali-Pachá, o grande líder otomano, vinha deixando um rastro de destruição do cristianismo por onde passava: igrejas incendiadas, religiosos assassinados, crianças e mulheres violentadas e cidades inteiras destruídas pelo simples fato de serem cristãs.
A Igreja Católica, por sua vez, passava por um momento difícil com o início do protestantismo e divisões dentro da Europa. Esse ambiente tornava a Europa cristã frágil diante do poder do exército otomano. Depois de um grande esforço, o Papa Pio V conseguiu unir novamente a Europa em vista do ideal de defender a vida e a fé do povo. Os defensores da Europa formaram uma esquadra com 208 navios e cerca de 80 mil soldados, liderados por D. João da Áustria. Mas os otomanos tinham 286 navios e mais de 120 mil soldados. Dentre estes, mais de 12 mil eram cristãos escravizados que remavam os navios.

A preparação dos soldados

Todos os soldados católicos, sob as ordens de D. João da Áustria, confessaram-se, jejuaram e rezaram o Rosário durante três dias. Depois disso, começou a maior batalha naval de todos os tempos, no dia 7 de outubro de 1571.Um auxílio do céu: Maria Auxiliadora

Os otomanos começaram vencendo. Após 10 horas de um combate sangrento, os soldados cristãos começaram a temer a derrota, que traria consequências horríveis para a Civilização Cristã. De repente, porém, ficaram surpresos ao verem os otomanos, apavorados, bateram em retirada. Então, a batalha, que parecia perdida, se transformou em vitória.

Vitória documentada

Ao final, os otomanos perderam 224 navios, 130 dos quais capturados e mais de 90 afundados ou incendiados. Além disso, quase 9.000 otomanos foram presos e 25.000 pereceram. As perdas católicas foram bem menores: cerca de 8.000 homens e 17 navios.
Mais tarde alguns otomanos presos confessaram que uma brilhante e majestosa Senhora tinha aparecido no céu fazendo ameaças e causando tanto pavor a eles, que começaram a fugir. Tudo está documentado nas atas de cada navio.


Vitória pela oração a Maria Auxiliadora


Um pouco mais de tempo e os soldados ficaram sabendo que enquanto acontecia a batalha em Lepanto, os cristãos em Roma, liderados pelo Papa Pio V, não cessavam de rezar o Rosário de Nossa Senhora. Em todas as Igrejas fizeram procissões, jejuns e orações na intenção de proteger e abençoar os soldados cristãos. Souberam também que, no começo da vitória cristã em Lepanto, o Papa Pio V teve uma visão através da qual ficou sabendo da vitória dos soldados de Cristo. A vitória foi confirmada duas semanas depois pelo correio da época.


Nossa Senhora Auxiliadora, a grande Intercessora

Em agradecimento à maravilhosa intervenção de Maria, o Papa introduziu a invocação Auxílio dos Cristãos na Ladainha de Nossa Senhora. Daí o título de Nossa Senhora Auxiliadora e também Maria Auxiliadora.



Dom Bosco: grande divulgador de Maria Auxiliadora

A devoção a Nossa Senhora Auxiliadora, porém, se popularizou ainda mais no ano de 1862, com as aparições de Maria Auxiliadora na cidade de Spoleto para uma criança de cinco anos. Nesse ano, Dom Bosco, tocado pela história das aparições, iniciou em Turim a construção de uma grande Basílica, dedicada a Nossa Senhora Auxiliadora. A partir desse momento, Dom Bosco será o maior devoto e divulgador da devoção a Nossa Senhora Auxiliadora.
Para eternizar seu amor e gratidão para com Nossa Senhora, Dom Bosco, juntamente com Santa Maria Domingas Mazzarello, fundou a Congregação das Filhas de Maria Auxiliadora.


Ele dizia: Nossa Senhora deseja que a veneremos com o título de Auxiliadora: vivemos em tempos difíceis e necessitamos que a Santíssima Virgem nos ajude a conservar e defender a fé cristã.


A partir de então, a devoção a Nossa Senhora Auxiliadora cresceu. O Papa Pio IX fundou uma Arquiconfraria em devoção a ela no Santuário de Turim, em 5 de abril de 1870. O Papa enriqueceu esta confraria de muitas indulgências e favores espirituais. No dia 17 de maio de 1903, por decreto do Papa Leão XIII, foi solenemente coroada a imagem de Maria Auxiliadora, que se venera no Santuário de Turim.Devoção à Maria Auxiliadora e o seu poder

Por tudo isso, a devoção a Nossa Senhora Auxiliadora torna-se uma grande bênção para todos aqueles que a procuram, principalmente nos momentos mais difíceis, nas batalhas da vida, nas guerras, na luta contra o mal e nos momentos de angústia. A oração do Rosárioacompanhada da invocação a Nossa Senhora Auxiliadora tem feito maravilhas na vida de muitos cristãos ao longo de séculos e continuará fazendo a todos aqueles que a invocarem com fé, esperança e amor.


Maria Auxiliadora, Nossa Senhora Auxiliadora e Protetora do lar

Pelas graças alcançadas, Maria Auxiliadora passou ser chamada também de A Protetora do Lar. Milhares de pessoas testemunham graças alcançadas através da sua intercessão, protegendo as casas contra tragédias, catástrofes, guerras e ajudando nos problemas de família, nas dificuldades domésticas, nas batalhas da vida.


Oração a Maria Auxiliadora, a Auxiliadora dos Cristãos

Santíssima Virgem Maria, a quem Deus constituiu Auxiliadora dos Cristãos. Nós vos escolhemos como Senhora e Protetora desta casa. Dignai-vos mostrar aqui Vosso auxílio poderoso. Preservai esta casa de todo perigo: do incêndio, da inundação, do raio, das tempestades, dos ladrões, dos malfeitores, da guerra e de todas as outras calamidades que conheceis. Abençoai, protegei, defendei, guardai como coisa vossa as pessoas que vivem nesta casa. Sobretudo concedei-lhes a graça mais importante, a de viverem sempre na amizade de Deus, evitando o pecado. Dai-lhes a fé que tivestes na Palavra de Deus, e o amor que nutristes para com Vosso Filho Jesus e para com todos aqueles pelos quais Ele morreu na cruz.Maria, Auxílio dos Cristãos, rogai por todos que moram nesta casa que Vos foi consagrada.Amém.

Nossa Senhora da Visitação

A devoção a Nossa Senhora da Visitação originou-se entre os primeiros franciscanos. Trata-se de uma devoção totalmente inspirada no Novo Testamento, mais precisamente no Evangelho de São Lucas 1, 39-56. Quando o anjo Gabriel anunciou a Maria que ela seria a Mãe do Salvador, ele disse que Isabel, prima de Maria, já idosa, estava no sexto mês de gravidez por um milagre de Deus. Por isso, Maria foi às pressas até a região montanhosa da Judéia, à cidade de Aim Karim, para visitar Isabel. Daí o nome de Nossa Senhora da “Visitação”.

Nossa Senhora Medianeira de todas as graças

História de Nossa Senhora Medianeira de Todas as Graças

A Veneração a Nossa Senhora Medianeira de Todas as Graças, Mãe de Jesus, vem dos tempos do início do Cristianismo, pelo fato de Maria ter feito sempre a Vontade do Pai e de sempre ter acompanhado seu Filho Jesus. De estar sempre com os apóstolos, como disse o próprio Jesus a João Eis ai tua Mãe.

Portando essa devoção teve inicio no próprio evangelho. Maria, no princípio, colaborou com o plano de Deus para a humanidade, na Encarnação de Jesus e no final, em sua Redenção. Presente na hora da morte de Jesus, ela foi o sustento que os Apóstolos necessitavam. Se tornando a Medianeira, a Mãe de todas as horas, desde o início da Igreja no Cenáculo, quando todos receberam o Espírito Santo.
Devoção a Nossa Senhora de Todas as Graças

O Papa Leão XIII disse: Era designo de Deus, que após ter Maria, servido de intermediária no mistério da Redenção, continuasse igualmente a ser intermediária das graças que esse mistério faria correr em todos os tempos. A sua festa é celebrada no dia 31 de maio.
Milagre de Nossa Senhora Medianeira de Todas as Graças

A devoção a Nossa Senhora Medianeira, teve início no rio Grande do Sul. Em 1928, foi levada para o Seminário São José, na cidade de Santa Maria, através de uma imagem recebida por Frei Inácio Valle, vinda da Bélgica.

Dois anos depois, na iminência de uma luta armada entre os policiais e o exército na cidade de Santa Maria, um grupo de romeiros foi até o seminário São José para rezar e pedir a mediação de Nossa Senhora Medianeira de Todas as Graças, para intervir no conflito e impedir a guerra.

O pedido foi atendido, a demanda foi resolvida sem confronto. A partir desse acontecimento, o povo passou a fazer uma romaria todos os anos ao Seminário de São José para agradecer o feito, e sempre pedir novas graças.

Oração a Nossa Senhora Medianeira de Todas as Graças

Agradeço-vos, meu Deus, o novo dia que para mim desponta.

Pelas mãos de Maria, Medianeira de todas as Graças, minha Mãe do Céu, aceitai as minhas alegrias e dores, minhas esperanças e desenganos, minhas folgas e meu trabalho, em remissão de meus pecados, para a felicidade do meu próximo e pelas almas do purgatório.

Fazei Senhor, que aumente em minha alma, o amor de Deus sobre todas as coisas, e ao próximo como a mim mesmo.

Faço a intenção de lucrar todas as Indulgências aplicadas a meus atos de piedade nesse dia, a fim de que a sinceridade e a bondade de meu coração, caracterizem todos os meus pensamentos, todas as minhas palavras e todas as minhas obras. Em nome do Pai do Filho e do Espírito Santo. Amém. Nossa Senhora Medianeira de todas as Graças, Rogai por nós que recorremos a vós.


Cronograma de Formação para a Total Consagração à Jesus por Maria

(clique em cima de "aula" para ter acesso ao material)



Nossa Senhora de Fátima, rogai por nós.

Nossa Senhora do Auxiliadora, rogai por nós.
Nossa Senhora da Visitação, rogai por nós.
Nossa Senhora Medianeira de todas as graças, rogai por nós.



O cronograma deve ser seguido para um formação decente e clara. 

10 de março - A Grande Batalha (aula e texto) e Hierarquia Celeste e a Total Consagração (aqui)
16 de março- Cap 1 (aula)
17 de março - Cap 2 (aula)
23 de março - Cap 3 (aula)
24 de março- Cap 4 (aula)
30 de março - Cap 5 (aula
31 de março -  Cap 6 (aula)
06 de abril- Cap 7 (aula)
07 de abril- Cap 8 (aula)

- Tempo restante para esclarecimento de dúvidas, após ver toda a formação pelo face ou insta.

Exercícios Espirituais Preparatórios para a Total Consagração à Jesus por Maria 


Para Nossa Senhora de Fátima: 13 de abril à 13 de maio 
Para Nossa Senhora Auxiliadora: 24 de abril à 24 de maio 
Nossa Senhora da Visitação e Nossa Senhora Medianeira de todas as Graças: 31 de abril à 31 de maio 



12 Dias Preliminares
(clique em cima do tema de cada dia para ter acesso ao material)


Primeira Semana


Segunda Semana


Terceira Semana


Consagração
13 de Maio
Nossa Senhora de Fátima


Consagração

24 de Maio

Nossa Senhora Auxiliadora

Consagração

31 de Maio

Nossa Senhora da Visitação e Nossa Senhora Medianeira de todas as Graças

Me deixe saber que você se consagrou, envie para 
  face ou insta.


Dúvidas mais frequentes

Preciso receber um sinal sobre qual título Nossa Senhora deseja que me consagre?

Nossa Senhora é a mesma, seja qual título esteja sendo celebrado naquela data mariana, esta consagração é uma entrega Total a Virgem Maria, escolhemos uma data mariana para melhor honrá-la entregando tudo a Ela naquele dia que a Igreja lhe dedica honra.
Portanto, não é preciso aguardar um sinal, tendo a Igreja manifestado os dias de festividade marianas e a mesma ensinando que todas honram a Virgem Mãe de Deus. 


Preciso de um padre no dia da consagração?
Não, esta consagração é uma consagração pessoal, bastando a recitação da fórmula da consagração (que esta no fim do Tratado) diante de uma imagem da Santa Virgem após ter confessado e comungado, ou seja, estando em estado de graça.
No entanto, é muito bom para a propagação da consagração que se faça a mesma recitação após a comunhão, como ação de graças, durante o rito da Santa Missa, com a presença do padre, se ele assim permitir.


Como devo me vestir no dia da consagração?
Com modéstia, não somente no dia da consagração mas em todos os dias, mesmo não sendo consagrado, pois é uma virtude cristã. Portanto, as moças, meninas e mulheres devem se atentar a se parecer ao máximo com a Santa Virgem, preferindo o uso de saias e véu (o último não é obrigatório), sem decotes, transparências, roupas justas. Os homens, meninos e rapazes de forma honrada e modesta. Basicamente, devem se vestir com simplicidade, no entanto, com modéstia e pudor que um filho e filha de Deus devem se portar. 


Se não encontrar respostas poderá me enviar sua pergunta nos comentários, por e-mail ou em nossa página no facebook aqui.


Não deixe de se consagrar!


Se quiser saber sobre a minha experiência com a Consagração clique aqui e aqui.

You May Also Like

0 comentários

Olá, Paz e Bem! Que bom tê-lo por aqui! Agradeço por deixar sua partilha.