ÊXODO| Projeto Lendo a Bíblia

by - setembro 05, 2017


Hoje prosseguimos com o projeto Lendo a Bíblia, referente ao livro do Êxodo. 

Sobre o livro do Gênesis você encontra aqui.

Vale lembrar que não se trata, de forma alguma, de um Estudo Bíblico ou uma Lectio Divina, é somente o fruto da observação durante uma leitura atenta dos textos sagrados e pequenas pesquisas durante a leitura.



O livro do Êxodo pode ser divido em duas partes:

1- A Libertação (Capítulo 1 ao 18)
2- A Aliança (Capítulo 19 e seguintes)

Para facilitar os apontamentos sobre o livro farei as observações em pontos:

Primeira Parte

1- 400 anos depois da descida do povo hebreu para o Egito. O povo havia se multiplicado, o povo era sinal da benção de Deus que se propagava por todo território egípcio.

2- o povo crescia ainda mais, debaixo da opressão que o faraó lhes impôs, ou seja, o povo ainda era o sinal da benção de Deus mesmo tendo o faraó se esquecido disso.

3- o faraó decide exterminar os meninos, ele acredita ser certo matar para preservar seu poder, Herodes também fez a mesma coisa ao saber do nascimento de Jesus, esse episódio ganhou o nome de Massacre dos Inocentes, mais de 10000 bebês judeus mortos, são reconhecidos como mártires do cristianismo, pois foram mortos em razão da vinda do Senhor. 

4- Dentre os bebês estava um menino levita, que viria a ser colocado num cesto e encontrado pela princesa egípcia, criado pelos opressores de seu povo, um menino que ganhou o nome de Moisés. Como disse ele era levita, como vimos no livro do Gênesis, Levi e Rubem ganharam um péssima herança de seu pai Jacó, pois haviam exterminado uma cidade inteira vingando sua irmã Dina, que havia sido estuprada por um príncipe de Siquém, mas Jacó não gostou nada disso, ambos foram rechaçados e Jacó ainda disse que não os escutaria nos conselhos. No entanto, Deus mudou a sorte da casa de Levi e um levita foi escolhido para resgatar o povo e ainda da tribo de Levi seriam os sacerdotes de Israel. No minimo, interessante.

5- Moisés cresce como príncipe, mas pelas Escrituras ele sabia ser judeu, de modo que ao ver um injustiça contra um irmão, mata o soldado egípcio. Os antigos patriarcas judeus dizem que Moisés disse o nome de Deus e o soldado morreu, como sabem os judeu não falam o nome de Deus nunca, Moisés teria que ser alguém escolhido para falar ele mesmo o nome de Deus e não morrer, assim contam os patriarcas. 

6- Depois os hebreus brigam entre si, o que é mais difícil de resolver. Parece um antecipação do Moisés haveria de passar. 

7- Moisés foge e encontra um sacerdote de Madiã, como vimos no Gênesis, estes são descendente do filho de Abraão, Madiã, com Cetura, sua segunda esposa que lhe deu 6 filhos, mas a herança ficou com Issac, o filho da promessa, filho de Sara. 

8- Moisés vê a sarça ardente no Monte Horeb, que é Sinai. Deus o chama no Sinai lhe dá sua missão no Sinai e é nesse monte que Deus consuma sua aliança, com os 10 mandamentos. 
No Sinai, hoje, esta a Capela da Ss. Trindade, construída em cima da Igreja da Sarça, esta construída pela imperatriz Helena de Bizâncio. Também existe ali o Mosteiro de Santa Catarina.
O chamado Caminho de Moisés, entre a base e o pico do monte, tem 4000 degraus e demora 3 horas para subir.
A Plataforma de Aarão, onde ele e os 70 sábios ficaram esperando Moisés, fica 750 degraus abaixo do pico, também nessa altura esta o Retiro de Elias, o lugar onde Deus falou com Elias (1 Reis 19, 8-9).

9- Deus então dá a missão a Moisés e uma vara. A vara que será chamada Vara de Aarão é uma relíquia judaica, que ficará posteriormente na história dentro da Arca da Aliança, é um simbolo do sacerdócio, do pastoreio. 

10- Moisés vai ao faraó. Ele esta com o coração endurecido mas ainda tem escolha, ele poderia se deixar ser piedoso, mas não escolheu, foi assim nas primeiras pragas, depois vendo Deus que o faraó estava obstinado em não ceder, usou da dureza de coração do faraó e mais, Ele mesmo endureceu o coração do faraó, usando o mal para o bem.

11- O povo foi liberto. Moisés levou consigo os ossos de José e o povo atravessa o Mar Vermelho e o povo canta de alegria.

12- 3 dias depois o povo sente sede e surpreendentemente começa a murmurar contra Moisés. Deus provê água e maná no deserto de Sin.
Reclamam novamente e Deus provê água e maná, Moisés dá as fontes o nome de Massa e Meriba (Provação e Disputa), pois o povo provava a Deus que já havia feito tanto por eles.

13- Parece que Deus estava treinando o povo na confiança Nele, pois logo depois foram atacados por amalecitas. Os amalecitas são descendentes do filho mais velho de Esaú, irmão gêmeo de Jacó. Esaú destetava Jacó, e agora seus descentes são os primeiros a se levantarem contra os descendentes de Jacó, que acabavam de ser libertos. 
Israel vence com a intercessão incessante de Moisés diante de Deus. 

14- Moisés começa a ensinar o povo, em audiências separadas que o cansava absurdamente.

15- Depois de 3 meses o povo chega ao Sinai, onde o chamado de Moisés começou e onde ele levava a Deus a tarefa cumprida.

16- Moisés sobe e Deus manda dizer ao povo que "serão para mim um reino de sacerdotes e uma nação santa", ou seja, seriam os representantes de Deus na terra, por eles Deus chegaria a todas as nações, o amor dispensado a eles chegaria a todas as nações. O povo aceitou a proposta de Deus.
Deus iria falar com eles, depois de 3 dias de purificação, Deus lhes aparece envolto no véu de nuvens, não podiam se aproximar.
Diferente da manifestação de Deus a Moisés que via os pés de Deus.

Segunda Parte

17- O povo seria moldado pelos mandamentos e outras leis de convivência.

18- Deus manda construir um tabernáculo, com riqueza, querubins, flores, uma lembrança do Édem se anuncia, um lugar em que Deus e os homens possam estar juntos em comunhão novamente.

19- Mas enquanto Moisés esta a escutar as orientações de Deus o povo escolhe que deseja um "deus menor" e incrivelmente não querem esperar os desígnios de Deus, que acabou de mostrar a Sua Glória envolto em nuvens e trovões . Pois, que por seus esforços - eles dão o ouro que carregam - fazem um deus da medida e do jeito que acreditam ser bom, um deus que eles conseguem entender, ver com clareza e que nada pedi dele, tanto que eles começam a festejar de modo nada parecido com um povo de sacerdotes. 

20- Deus se irrita, e com razão, quer dizimar o povo, mas Moisés intercede e detém a ira de Deus com sua intercessão. O santo patriarca mais honrado, aquele que fala a Deus com sinceridade, um grande "tsadic" como os judeus chamam as pessoas santas. Ao contrário do muita gente pensa os judeus possuem muitos santos, inclusive acreditam que agora nesse momento vivem na terra 36 Tsadikim Nistarim, santos anônimos, e é por causa deles que Deus mantêm o mundo, acreditam também que todo judeu pode chegar a ser um tsadic, um santo, isso é familiar, não?

21- O povo então quebrou seu sim a Deus referente a aceitar ser um povo de sacerdotes e Moisés ao ver isso quebra as Tábuas da Lei, escrita pelo próprio dedo de Deus, foi no mês de Av, junho/agosto (muitas outras coisas também ocorrem nesse mês, vide ponto 17 do texto do Gênesis).
Deus que é amor é também justiça e aqueles que não quiseram obedecer o Senhor, que os havia libertado, foram passados a fio de espada pelos seus parentes, já que todos eram de alguma forma parentes. 
A Aliança com Deus é maior que os laços de sangue, Jesus se refere a algo similar quando diz que "não vim trazer paz, mas espada" Mt 10, 34, 36. 

22- Deus, então, manda o povo seguir, mas Ele não estará no meio deles, por que o povo era "um povo de cabeça dura", ou seja, não haviam aceitado Deus em seus corações e diz " e se eu caminhasse com eles os exterminaria", Deus não pode estar junto de alguém que escolheu não estar com Ele, que escolheu um caminho em que Ele não esta.
Mas Moisés intercede e Deus caminha com eles, por causa de Moisés.

Depois o texto toma um caráter particular, Moisés quer ver a glória de Deus e para mostrar como Moisés lhe agrada, Deus lhe concede que veja sua costas, mas não lhe mostra sua face, ainda havia uma barreira para contemplar a Deus. Que será quebrada em Jesus, "quem me vê, vê o Pai".

23- O santuário é construído, tudo arrumado, Deus desce sobre a tenda, a glória de Deus enche o santuário e ... Moisés não pode entrar... 

Ainda havia uma barreira entre a santidade de Deus e a iniquidade do povo. Como Deus solucionaria essa distância?

Isso veremos no próximo livro!

Paz e Bem!
Ana

Conheça nosso canal no youtube:

















You May Also Like

2 comentários

  1. Excelente! Estou no capitulo 30 do Genesis. 05/09/17

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maravilha Iago! O Gênesis é muito rico! Viu o post sobre o livro do Genesis?

      Excluir

FOLLOW ME @INSTAGRAM