A Grande Batalha| A Nova Ordem Mundial, a ONU e o Comunismo X os Cristãos, a Família e a Igreja Católica

by - maio 04, 2017

Olá, Paz e Bem!

Esse texto tem a intenção de fornecer uma formação breve, sobre o tema, a todos que desejam conhecer e até mesmo compreender, a medida do possível, alguns acontecimentos do tempo presente.


Para complementar e acompanhar o vídeo:

A Guerra

Qualquer cristão tem conhecimento da existência de Deus e de Satanás. Quando somos batizados, e em toda Missa de Natal, reafirmamos e nossa pertença a Deus e a renúncia a Satanás. Portanto, desde de crianças, ao menos seria o esperado, estamos inseridos na batalha entre o Rei dos Rei e o Príncipe deste Mundo.

Um dos exercícios espirituais de Santo Inácio, nos coloca diante de um Rei que oferece bens nesta terra, fama e sucesso e depois diante de um Rei que oferece alegria somente no Seu Rei. O santo nos orienta a decidirmos a quem serviremos.

Em Apocalipse 19, temos a visão do Apóstolo Amado:


Vi ainda o céu aberto: eis que aparece um cavalo branco. Seu cavaleiro chama-se Fiel e Verdadeiro, e é com justiça que ele julga e guerreia.
Tem olhos flamejantes. Há em sua cabeça muitos diademas e traz escrito um nome que ninguém conhece, senão ele.
Está vestido com um manto tinto de sangue, e o seu nome é Verbo de Deus.
Seguiam-no em cavalos brancos os exércitos celestes, vestidos de linho fino e de uma brancura imaculada.
De sua boca sai uma espada afiada, para com ela ferir as nações pagãs, porque ele deve governá-las com cetro de ferro e pisar o lagar do vinho da ardente ira do Deus Dominador.
Ele traz escrito no manto e na coxa: Rei dos reis e Senhor dos senhores!
Vi, então, um anjo de pé sobre o sol, a chamar em alta voz a todas as aves que voam pelo meio dos céus: Vinde, reuni-vos para a grande ceia de Deus, para comerdes carnes de reis, carnes de generais e carnes de poderosos; carnes de cavalos e cavaleiros; carnes de homens, livres e escravos, pequenos e grandes.
Eu vi a Fera e os reis da terra com os seus exércitos reunidos para fazer guerra ao Cavaleiro e ao seu exército.
Mas a Fera foi presa, e com ela o falso profeta, que realizara prodígios sob o seu controle, com os quais seduzira aqueles que tinham recebido o sinal da Fera e se tinham prostrado diante de sua imagem. Ambos foram lançados vivos no lago de fogo sulfuroso.
Os demais foram mortos pelo Cavaleiro, com a espada que lhe saía da boca. E todas as aves fartaram-se da suas carnes.
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 Nota 1: sobre a Fera em forma de Pantera e o Profeta ou Fera em forma de Cordeiro (completo aqui)

Nossa Senhora ao Pe. Gobbi: 
Nesta luta terrível, levanta-se do mar, para ajudar o dragão, uma besta semelhante a uma pantera (cf. Ap 13,1-2).
Se o dragão vermelho é o ateísmo marxista, a besta negra é a maçonaria.
O dragão manifesta-se no vigor do seu poder, a besta negra, ao contrário, age na sombra, esconde-se, oculta-se, de maneira a entrar em toda a parte. Tem patas de urso e boca de leão, porque atua em toda a parte com astúcia e por meio dos meios de comunicação social, isto é, com a propaganda.
As sete cabeças indicam as várias lojas maçônicas, que agem em toda a parte de maneira astuciosa e perigosa.
Esta besta negra tem dez chifres e sobre os chifres dez diademas que são sinais de domínio e de realeza.
É por meio dos dez chifres que a maçonaria domina e governa todo o mundo.
O chifre, no mundo bíblico, sempre foi um instrumento de amplificação, um modo de fazer ouvir mais alto a própria voz, um forte meio de comunicação. Foi por isso que Deus comunicou a sua vontade ao seu povo por meio de dez
chifres que deram a conhecer a sua Lei, os dez Mandamentos. Quem os acolhe e os observa, caminha na vida pela senda da vontade divina, da alegria e da paz.
Quem faz a vontade do Pai, acolhe a Palavra do seu Filho e participa na Redenção realizada por Ele. Jesus dá ás almas a própria Vida divina através da Graça que Ele nos alcançou com o seu Sacrifício consumado no Calvário.
A Graça da Redenção é comunicada por meio dos sete Sacramentos. Através da Graça, são inseridas na alma as sementes da vida sobrenatural, que são as virtudes. Entre estas, as mais importantes são as três virtudes teologais e as quatro virtudes cardeais, a fé, a esperança a caridade, a prudência, a fortaleza, a justiça e a temperança.
Estas virtudes germinam, crescem e desenvolvem-se cada vez mais ao sol divino dos sete dons do Espírito Santo e conduzem assim as almas pelo caminho luminoso do amor e da santidade.
A tarefa da besta negra, isto é, da maçonaria, é combater de maneira astuciosa, mas tenaz, para impedir que as almas percorram este caminho indicado pelo Pai e pelo Filho e iluminado pelos dons do Espírito Santo.
De fato, se o dragão vermelho age para levar toda a humanidade a prescindir de Deus, para a levar à negação de Deus, difundindo, e por isso, o erro do ateísmo, o objectivo da maçonaria não é negar Deus, mas blasfemar contra Ele.
A besta abre a boca para proferir blasfêmias contra Deus, para blasfemar contra o seu Nome e a sua morada, contra todos aqueles que habitam no Céu (cf. Ap 13,6).
A maior blasfêmia é negar o culto devido só a Deus para o dar a outras criaturas e ao próprio Satanás.
Eis o motivo por que, nestes tempos, por detrás de perversa ação da maçonaria, se difundem, por toda a parte, as missas negras e o culto satânico.

******                                                       ******                                                         *******

A besta negra semelhante a uma pantera indica a maçonaria; a besta com dois chifres semelhante a um cordeiro indica a maçonaria infiltrada no interior da Igreja, isto é, a Maçonaria eclesiástica, que se difundiu sobretudo entre os membros da Hierarquia.
Esta infiltração maçônica no interior da Igreja já vos tinha sido profetizada por Mim em Fátima, quando vos anunciei que Satanás se introduziria até ao vértice da Igreja.
Se a tarefa da maçonaria é conduzir as almas à perdição, levando-as ao culto de falsas divindades, o objectivo da maçonaria eclesiástica é antes destruir Cristo e a sua Igreja, construindo um novo ídolo, isto é, um falso cristo e uma falsa igreja.

Mensagens de Nossa Senhora aos Sacerdotes, Seus filhos prediletos, através do Pe. Stefano Gobbi (1973-1997). Imprimatur do: Cardeal Bernardino Echeverría Ruiz, Arcebispo de Guayaquil; Arcebispo Metropolitano de Pescara – Penne, D. Francesco Cuccarese, Cardeal Ignace Moussa Daoud, Patriarca emérito de Antioquia dos Sírios, e Perfeito da Congregação para as Igrejas Orientais. Dongo (Itália), 13 de Junho de 1989, Aniversario da 2ª aparição em Fátima
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------




O conflito entre Jesus e Satanás, foi estabelecido desde os primórdios. Satanás negou a Deus, tornou-se portanto Príncipe desse mundo e o adversário declarado de Deus.

Para entender a batalha de Apocalipse 19 é preciso voltemos a Gênesis 3.

Quando, pois, Deus criou Adão e Eva tomou então, o demônio, a decisão de atingir o Criador, o Inatingível, através de suas criaturas amadas.

E da incitação que Satanás exerceu sobre Eva para conseguir a queda de toda a humana, foi estabelecida uma inimizade perpétua e declarada entre a Mulher e a Serpente. Entre a descendência da Mulher e os que servem a Serpente.

Deus havia decretado, profetizado uma batalha entre a Mulher e a Serpente e também a derrota da Serpente, pois esta seria pisada pelo calcanhar da Mulher.

A inimizade foi estabelecida, um ódio declarado entre duas criaturas, de modos diferentes,  criaturas especiais, Aquela graciosa criatura, criada Imaculada que disse "Eis a serva do Senhor faça-se em mim segundo a Tua Palavra" e aquele anjo, o mais iluminado e próximo de Deus, que disse "não servirei".

A Mulher é claramente Maria Santíssima. Dados os sinais bíblicos dados pelo próprio Senhor Jesus, quando a chama de Mulher nas bodas de Caná e depois novamente a chama de Mulher no alto da cruz e permite que seu discípulo amado veja "uma Mulher vestida de sol" (Apo 12). 

A descendência da mulher é Jesus e também todos nós. No fim de Apo 12, temos o inicio da ação de Satanás, não conseguindo atingir sua adversária volta-se então para seus filhos: aqueles que testemunham o evangelho e seguem os mandamentos. 

Apareceu em seguida um grande sinal no céu: uma Mulher revestida do sol, a lua debaixo dos seus pés e na cabeça uma coroa de doze estrelas.
Estava grávida e gritava de dores, sentindo as angústias de dar à luz.
Depois apareceu outro sinal no céu: um grande Dragão vermelho, com sete cabeças e dez chifres, e nas cabeças sete coroas.
Varria com sua cauda uma terça parte das estrelas do céu, e as atirou à terra. Esse Dragão deteve-se diante da Mulher que estava para dar à luz, a fim de que, quando ela desse à luz, lhe devorasse o filho.
Ela deu à luz um Filho, um menino, aquele que deve reger todas as nações pagãs com cetro de ferro. Mas seu Filho foi arrebatado para junto de Deus e do seu trono.
A Mulher fugiu então para o deserto, onde Deus lhe tinha preparado um retiro para aí ser sustentada por mil duzentos e sessenta dias.
Houve uma batalha no céu. Miguel e seus anjos tiveram de combater o Dragão. O Dragão e seus anjos travaram combate,.mas não prevaleceram. E já não houve lugar no céu para eles.
Foi então precipitado o grande Dragão, a primitiva Serpente, chamado Demônio e Satanás, o sedutor do mundo inteiro. Foi precipitado na terra, e com ele os seus anjos.
Eu ouvi no céu uma voz forte que dizia: Agora chegou a salvação, o poder e a realeza de nosso Deus, assim como a autoridade de seu Cristo, porque foi precipitado o acusador de nossos irmãos, que os acusava, dia e noite, diante do nosso Deus.
Mas estes venceram-no por causa do sangue do Cordeiro e de seu eloquente testemunho. Desprezaram a vida até aceitar a morte.
Por isso alegrai-vos, ó céus, e todos que aí habitais. Mas, ó terra e mar, cuidado! Porque o Demônio desceu para vós, cheio de grande ira, sabendo que pouco tempo lhe resta.
O Dragão, vendo que fora precipitado na terra, perseguiu a Mulher que dera à luz o Menino.
Mas à Mulher foram dadas duas asas de grande águia, a fim de voar para o deserto, para o lugar de seu retiro, onde é alimentada por um tempo, dois tempos e a metade de um tempo, fora do alcance da cabeça da Serpente.
A Serpente vomitou contra a Mulher um rio de água, para fazê-la submergir.
A terra, porém, acudiu à Mulher, abrindo a boca para engolir o rio que o Dragão vomitara.
Este, então, se irritou contra a Mulher e foi fazer guerra ao resto de sua descendência, aos que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus.
E ele se estabeleceu na praia.
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Nota 2: Sobre o Dragão e a Mulher (completo aqui)

O enorme dragão vermelho é o comunismo ateu que difundiu em toda a parte o erro da negação e da obstinada recusa de Deus.
O enorme dragão vermelho é o ateísmo marxista, que se apresenta com dez chifres, isto é, com a potência de seus meios de comunicação, para conduzir a humanidade a desobedecer aos dez mandamentos de Deus, e com sete cabeças, tendo sobre cada uma delas um diadema, sinal de poder e realeza. As cabeças coroadas indicam as nações nas quais o comunismo ateu se estabeleceu e domina com a força do seu poder ideológico, político e militar. 
A enormidade do dragão manifesta claramente a vastidão das terras ocupadas pelo domínio incontestado do ateísmo comunista. 
O enorme dragão vermelho, conseguiu, nestes anos, conquistar a humanidade com o erro do ateísmo teórico ou prático, que já seduziu todas as nações da terra. 
Conseguiu-se assim construir uma nova civilização sem Deus, materialista, egoísta, hedonista, árida e fria, que traz em si os germes da corrupção da morte. 
O enorme dragão vermelho tem a missão diabólica de subtrair toda a humanidade do domínio de Deus, da glorificação da Santíssima Trindade, da plena atuação do desígnio do Pai que, por meio do Filho, a criou para sua glória. 
O Senhor revestiu-Me com a sua Luz e o Espírito Santo com o seu divino poder; assim apareço como um grande sinal no céu, como a Mulher vestida de sol, porque tenho a missão de subtrair a humanidade do domínio do enorme dragão vermelho e reconduzi-la toda à perfeita glorificação da Santíssima Trindade.
 Só o Espírito do Senhor pode conduzir a humanidade à perfeita glorificação de Deus. Só o Espírito do Senhor pode renovar a Igreja com o esplendor da sua unidade e da sua santidade. Só o Espírito do Senhor pode vencer a potência e a força vitoriosa do enorme dragão vermelho, que, neste vosso século, se desencadeou por toda a parte, de maneira terrível, para seduzir e enganar toda a humanidade. 
Mensagens de Nossa Senhora aos Sacerdotes, Seus filhos prediletos, através do Pe. Stefano Gobbi (1973-1997). Imprimatur do: Cardeal Bernardino Echeverría Ruiz, Arcebispo de Guayaquil; Arcebispo Metropolitano de Pescara – Penne, D. Francesco Cuccarese, Cardeal Ignace Moussa Daoud, Patriarca emérito de Antioquia dos Sírios, e Perfeito da Congregação para as Igrejas Orientais. Dongo (Itália), 13 de Junho de 1989, Aniversario da 2ª aparição em Fátima 
Nota 3: Sobre A Majestade de Deus e o Poder da Santa Virgem. Livro Confissões do Inferno, Padre Amorph, exorcista. (E- significa exorcista. B- trata-se de Belzebú).
B- Sabeis como é?
Eu vi-O, isto é, não como vocês o hão de ver um dia. Mas pude compreender a sua grandeza e uma grande parte foi-me dada a sentir e a conhecer. Nós não possuíamos ainda a beatitude total perfeita, mas já tínhamos atingido um grau elevado. Mas tínhamos inveja d'Ela (aponta para o alto), nós não queríamos dar-Lhe o prazer de nos governar ou dominar. Daí deriva o que irá seguir-se.
E - Continua a dizer a verdade Belzebu, em nome da Santíssima Virgem, que te ordena que fales, mas diz só a verdade!
B - De fato, Ela é-nos superior, é-nos terrivelmente superior.

Foi precisamente a mim que Ela escolheu para dizer isto. Se Ela tivesse escolhido Allida (esta a falar de outro demônio, um anjo caído que era um Arcanjo), mas Ela quer que seja eu. Agora, escutai bem! Tenho de falar, Ela obriga-me.
Ela lá está, com a coroa e o cetro. Ela lá está, quase que me esmaga. Foi assim: a princípio, com os Apóstolos, quando Ela, a Mãe (aponta para cima), vivia ainda, foi Ela por assim dizer, a orientadora da Igreja, que começava a dar os seus primeiros passos. 
Ela tinha que rezar para que a Igreja se desenvolvesse convenientemente, para que se desenvolvesse como (rosna)...
E - Em nome do Pai, do Filho (...) diz a verdade!
B - ...como devia desenvolver-se, segundo a vontade do Espírito Santo. Ela ficava dia e noite de joelhos, rezava para que a Igreja crescesse e se libertasse do Antigo, isto é, da lei mosaica e que a circuncisão desaparecesse. Ela compreendia que a circuncisão fôra conveniente numa determinada época e que, segundo a lei dessa época, tinha sido necessária. Mas depois da vinda de Cristo e da Sua obra, já não o era. Jesus Cristo ainda se submetera à circuncisão, mas Ele não queria que ela continuasse. A partir desse momento existia o Santo Sacrifício da Missa (rosna).
A Santíssima Virgem estava presente, quando os Apóstolos celebraram a primeira Missa.
Depois da Ascensão de Cristo, a Santíssima Virgem participava sempre da Santa Missa celebrada pelos Apóstolos e recebia a Sagrada Comunhão. Preparavam-se durante horas para a Santa Missa. Quem é que procede assim, nos tempos de hoje? Poucos ou nenhuns. Muitas vezes os Apóstolos preparavam-se dias inteiros só para a celebração de uma Missa.
Certa ocasião, a Santíssima Virgem retirou-se durante dez dias para rezar dia e noite.
Então foi levada ao Céu e pôde contemplar a Majestade infinita de Deus. Deus, a Santíssima Trindade, ordenou-nos a nós, lá em baixo, que subíssemos do inferno (aponta primeiro para baixo e depois para cima). Ainda não era a esfera celestial perfeita, mas já era uma esfera superior. Fomos obrigados a subir e a contemplar essa criatura, quer o desejássemos, quer não.
A Santíssima Trindade obrigou-nos a contemplá-La, na sua majestade, quase perfeita. A sua majestade e esplendor eram maiores do que quando a tínhamos visto anteriormente.
A Santíssima Virgem vencera, tinha-nos vencido. Vimo-La revestida de Sol. Seja como for, vimo-La em grande majestade, com a lua a Seus pés, isto é, o mundo. O mundo inteiro é significado pela lua, que Ela tem aos pés, e como adversário a serpente, que nos representa a nós.
Como nós suplicamos a Deus! Como nós imploramos a Majestade Divina, que afastasse aquela visão! Até Lhe suplicámos que nos precipitasse imediatamente ao inferno, a fim de que nos pudéssemos afundar nas esferas infernais, de tal modo nos era difícil suportar o Seu olhar! Mas Ele não nos deixou partir. Tivemos ainda de suportar uns momentos aquele olhar terrível (solta gemidos cheios de desespero).
E - Fala em nome da Santíssima Trindade, do Pai (...)!
B - Não podeis imaginar o tempo que passamos em deliberações para descobrir a melhor forma de enfraquecer ou molestar, nem que fosse só um pouco, aquela criatura! (aponta para cima). Mas nada conseguimos. Ela vencia-nos em toda a parte. Era soberana em toda a parte. Durante anos, durante séculos, deliberamos, para vencer o que podíamos, o que poderíamos fazer, quando Ela lá estivesse. E quando isso aconteceu, nós nem sequer A reconhecemos imediatamente...
E - Não A reconheceram imediatamente?
B - ...Imediatamente, não. Sentimos que devia ser Ela. Sentimos que devia tratar-se duma criatura extraordinária, incrivelmente virtuosa, sobre quem não tínhamos qualquer poder. O porque, não o compreendemos logo (rosna e geme violentamente)... nem compreendemos quem se escondia lá atrás. Eu, Belzebú e Lúcifer, convocamos todo o Conselho. Quando tivemos a certeza absoluta de que era Ela, deliberamos longamente, dia e noite, a ver o que poderíamos fazer para A prejudicar. Até convocamos os melhores mágicos.
Ordenamos-lhes que A (aponta para cima) molestassem, no seu corpo e na sua alma, para que a sua força enfraquecesse, a sua oração não nos fosse tão desastrosa, e para que deixasse de exercer um poder tão grande. Nós já víamos que seria Ela quem teria, mais tarde, a Igreja nas mãos. O próprio Pedro caía a seus pés, quando era preciso (resmunga). 
Ela tem um poder imenso, porque Ela é a criatura mais perfeita e a mais amada por Deus. Foi um ser duma perfeição incrível. Depois de Deus, está milhares e milhares de vezes acima das criaturas. Mesmo o seu esposo, S. José, que estava milhares e milhares de vezes acima dos outros homens, era-lhe ainda imensamente inferior.
Então prosseguimos nas nossas deliberações, e os feiticeiros concordaram fazer tudo, para a molestar. Tudo tentaram, mas Ela perseverava na oração e continuava imperturbável. Apercebia-se certamente do que fazíamos, mas nada conseguimos.Não conseguimos molestar esta terrível criatura, pois Ela não estava submetida no pecado original como o resto da humanidade.
Nem mágicos, nem feiticeiros, nem ninguém lhe poderia fazer mal. Nós, demônios e os feiticeiros, só podemos molestar as criaturas humanas, e dum modo especial, os possessos. Mas sobre Ela, os mágicos infernais não tinham qualquer influência. Acometeu-nos então uma fúria infernal, um furor louco de que só o inferno é capaz, quando verificamos que todos eles nada podiam contra esta criatura incompreensível, predestinada por Deus. Então precipitamo-nos sobre mágicos e feiticeiros e neles descarregamos todo o nosso furor. Receberam o dobro do mal que Lhe (aponta para cima) deviam ter feito (geme).
E - Continua Belzebú, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, em nome da Imaculada Conceição, sob cujas ordens tens de falar agora. Diz a verdade!
B - É para mim um tormento horrível que tenha de ser eu a falar destas coisas. Precisamente eu!
Não se pode descrever a fúria do inferno quando se viu que todas as nossas tentativas tinham sido vãs. Como nada tínhamos conseguido, voltamos a refletir na maneira de A molestar, mas Ela destruiu os nossos intentos perversos e tudo o mais. Ela é mais poderosa do que nós. É que Ela era uma criatura escolhida por Deus, escolhida dum modo especial. Enquanto a Terra subsistir até ao fim do mundo, nunca se encontrará ninguém que se assemelhe, e desde o começo do mundo até a eternidade jamais haverá alguém que se lhe possa igualar. E Ele, lá em cima (indica os Céus), não podia ter imaginado nada mais atroz, não podia lembrar-se de nada mais vergonhoso, do que obrigar-nos a subir a essa Esfera para nos apresentar esta criatura. Isso foi para nós uma terrível derrota (fala em tom lamuriento).
Teríamos preferido ficar no fundo do inferno, no meio do fogo mais cruel, a ser obrigados a contemplar essa... Nós não podemos dizer o que queremos, mas se isso fosse possível, gostaria de usar expressões bem mais injuriosas. Ela não o permite.
Sermos forçados a contemplar esta criatura, revestida da maior Santidade com coroa e cetro, eleita pelo Altíssimo (lança gritos medonhos), foi ultraje para nós. Tenho ainda essa visão diante dos olhos. E essa visão de então, enlouquece-nos ainda (grita).
É como se tudo tivesse sucedido hoje, e o mesmo se passa com os outros. Ainda agora isso nos faz saltar de raiva. Quando pudemos, foi mais uma autorização que uma ordem, voltar ao inferno, lançamo-nos em fúria uns contra os outros. Podeis imaginar como nos maltratamos... pois era-nos insuportável ter de nos ver uns aos outros. É horrível sentirmo-nos dominados por uma criatura assim, por uma mulher! É horrível! É uma loucura!
Relacionado com esta ocasião, devo acrescentar mais uma coisa... (uiva e grita dum modo horrível). Quando Ela foi chamada a colaborar na formação da Igreja, fundada por Seu Filho, mergulhava de tal modo na oração que o Todo-Poderoso teria vontade de segurá-la nas Suas mãos, tal era o Seu deleite.
 -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Como se ocorre a Guerra e Fátima
Devemos lembrar que a batalha ocorre através da manifestação de ideias. Ou seja, se analisarmos como ocorreu a batalha entre São Miguel e Satanás percebemos que São Miguel combateu com um forte "Quem como Deus?" e Lúcifer com um "Não servirei". Duas idéias que deram o combustível para uma grande batalha.

Essa mesma realidade esta presente em nosso mundo e em nossas vidas, somos então influenciados por ideias e estas nos afastam de Deus ou nos aproximam de Deus.

Motivo pelo qual, Nossa Senhora nos revela que basicamente a ação de Satanás no mundo esta ligada a uma rede de idéias, que possuem um fio delgado que as unifica para um só objetivo.

De modo que o Marxismo e o Comunismo incutiu no mundo uma mentalidade que esta agora inserida em todos os planos escolares, que se esconde atrás da igualdade, fraternidade e liberdade.

A maçonaria propaga uma grande teia para reduzir o senso de sagrado dos católicos, incutindo dentro da Igreja idéias que minimizam a Tradição e todo o Magistério, em prol de um modernismo satânico e de acordo com o sistema politico acima.  

No entanto, devemos saber que as portas do inferno não prevalecerão sobre a Igreja.

A guerra, a grande batalha, que estamos a participar, muitos sem saber, ocorre no repudio a tudo que fere e é contrário a Tradição, mesmo que esteja envolto na malha do "politicamente correto".

Só o Espírito do Senhor pode conduzir a humanidade à perfeita glorificação de Deus. Só o Espírito do Senhor pode renovar a Igreja com o esplendor da sua unidade e da sua santidade. Só o Espírito do Senhor pode vencer a potência e a força vitoriosa do enorme dragão vermelho, que, neste vosso século, se desencadeou por toda a parte, de maneira terrível, para seduzir e enganar toda a humanidade. (Nossa Senhora ao Padre Gobbi)

Atualmente temos:

Após a revolução Francesa o mundo passou por uma mudança gradativa no cenário politico, cultural e espiritual.

Interessante que a Beata Elena Guerra, no início do sec. XX, enviou um pedido ao Papa para que o século XX fosse consagrado ao Espirito Santo. Em 1917, Nossa Senhora apareceu em Fátima.

O Esposo, chamou a Esposa e em Fátima temos a revelação mariana mais profunda e cheia de informações que nos é confirmada e explicada nas aparições posteriores, como é o caso da aparição ao Pe Gobbi, já apresentada.

Nossa Senhora fala claramente das sementes do comunismo que se espalharam pela terra. 

Para entender qual a relação entre tudo isso devemos entender alguns conceitos:

Antigamente: Deus Criador. Direito natural. Direito Individual.
Na França, após a Revolução Francesa - Ser Supremo. Direito Laico. Direito social.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Nota 4: 

Direito natural (Latim ius naturale) ou jusnaturalismo é uma teoria que procura fundamentar a partir da razão prática uma crítica a fim de distinguir o que não é razoável na prática do que é razoável e, consequentemente, o que é realmente importante considerar na prática em oposição ao que não o é. 

Direito Laico: Laico vem do grego laïkós e surge a partir do conceito de laicismo que representa a autonomia de qualquer atividade humana. Laico é aquilo que pode se desenvolver sob suas próprias regras, sem a interferência de ideias alheios. O significado de Estado Laico é, portanto, o Estado que não está submetido às regras de nenhuma religião.

Direito individual: relativo a tudo quanto se refere à dignidade da pessoa humana, tal como a vida, a liberdade, a segurança, a propriedade etc.

Direitos sociais são os direitos que visam a garantir, aos indivíduos, o exercício e usufruto de direitos fundamentais em condições de igualdade para que tenham uma vida digna por meio da proteção e garantias dadas pelo estado de direito.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Atualmente NO MUNDO (este ponto esta inserido dentro da Apostasia do   Mundo completo aqui)

Primeiro ponto:

Temos instituições como a ONU, que desejam fazer com que as relações humanas se tornam ainda mais distante de qualquer relação com o transcendente.

Nesse ponto, podemos dizer, "Olavo tem razão", pois no fundo temos uma grande onda de esforços para matar a espiritualidade dentro do ser humano. Distanciando o homem de Deus. 

Com isso temos novos usos de significado do mesmos termos.

Embora, alguns termos continuem em uso, como o termo fraternidade, usado na Revolução Francesa e também pelos movimentos comunistas e socialistas, o entendimento é contamento discrepante e contrário.

Fraternidade Cristã: Ideais do evangelho (pobreza, castidade, obediência), nós somos uma família e o Pai é Deus, todos fazem parte basta ser humano, o Céu é a vivência real da família.
Fraternidade Laica de uma religião civil: Ideais da Revolução (fraternidade, liberdade, igualdade), humanidade é uma família e todos são iguais sem pai, para fazer parte da família deve seguir a mesma ideologia, a vivência perfeita pode ser vivido aqui.

Quando se tira Deus do topo de comando, os homens passam a ser comandados por outros poucos homens. E esse poder é exercido pela mídia que vincula as informações que esse pequeno grupo deseja.


Segundo ponto:

A ONU tem as seguintes intenções

Controle demográfico: dentro dessa pauta esta o aborto, a esterilização e a contracepção de emergência. Também de enquadram aqui, como massa de manobra as pautas feministas, gayzista e qualquer abolição de restrição sexual (idade para relação sexual). 

Aqui encontramos as recomendações para que os estados aceitem a elaboração de leis para casamentos de pessoas do mesmo sexo, aceitando como casamento e seus direitos. 

Também orienta a aceitação do aborto. Nessa questão encontra-se a resistência das religiões monoteístas: com o protestantismo se aponta para conversão total aos anticoncepcionais, com os muçulmanos faz estudos que encontram aborto nos textos do Corão, já a Igreja Católica quase não existe uma forma de alegação, se fala da saúde da mulher, da AID's, mas isso não tem tanta repercussão, já que a Igreja tem uma estrutura em hierarquia que conta com uma bagagem tradicional que deve ser respeitada e mantida, assim como o Magistério. Dessa forma a Igreja Católica é a inimiga número um desse programa, o que é óbvio sendo, como é, a Igreja de Cristo.

O aborto é o cume do controle demográfico e tem como adversária a Igreja Católica, que não muda sua opinião de forma irredutível.

Religiões Universais: nesse tópico encontramos as meta religiões, ou seja, são religiões substitutivas. Que não é o ecumenismo, mas uma religião da paz. Essas religiões já existem: Sociedade Teosófica, Parlamento das Religiões e a Carta da Terra.

São religiões que combatem o fundamentos da religião, ou seja, religiões que acreditam em Verdade Absoluta, dando a isso o nome de fundamentalismo religioso. Assim vem se espalhando uma aversão a religiosidade e se espalha uma ideia de relativismo, de que não existem verdades absolutas e que religioso é um fundamentalista bitolado. 

Ou seja, é um ataque direto, a virtude da religião, essa virtude é a que nos orienta a dar a Deus o que é de Deus e a César o que de César. Se tira o fundamento de relação com Deus, Deus passa a ser uma energia a nosso serviço, ou ainda, é ignorado e substituído pela Mãe Terra. 

Importante é que entendamos, isso não é ecumenismo, não esta a fazer dialogo religioso, mas a proliferação de uma religião universal que não considera principalmente os princípios cristãos. 

Claro que toda essa arquitetura diabólica conta com investimento de algumas organizações (que seriam chamados por São João, no Apocalipse, de discípulos da Besta), são eles: Fundação Ford, Banco Mundial, Unesco (olha o Criança Esperança aí gente!), Família Rockefeller, Visa Internacional e outras.

Além dessas organização existe uma rede de médicos, farmacêuticos e ainda o feminismo, ambientalistas e outros ativistas, usados como massa de manobra. 

Assim depois desse ponto, podemos compreender muito bem algumas frases do Papa Emérito Bento XVI:


A Verdade não é determinada por maioria de votos.
Quantas vezes os homens tentaram construir o mundo sozinhos, sem o controle de Deus! O resultado foi marcado pela tragédia das ideologias que, por fim, se revelaram contra o homem e sua profunda dignidade.
Ser persistente e paciente significa aprender a construir a história junto a Deus, porque somente edificando sobre Ele e com Ele a construção está bem fundada, não instrumentalizada com fins ideológicos, mas realmente digna do homem.
(15.12.2011. Celebração de vésperas pela proximidade do Natal.)
Os perigos do século são o relativismo, o liberalismo e o ativismo. 
Todos esses pontos estão relacionados com a Apostasia do Mundo e as batalhas travadas "em campo aberto". O exército de Jesus e Maria contra o exercito da Serpente e suas bestas, que comandam toda essa ação no mundo.

No entanto, temos a esfera pessoal dessa batalha e também temos a Apostasia da Igreja. Como sabemos nada repercute fora que antes não tenha nascido, crescido e frutificado no interior das almas. Assim temos no interior de cada homem e mulher as sementes que dão combustível e abertura a ação para toda essa arquitetura. Já que boa parte da humanidade esta afastada dos Sacramentos que colocam as sementes sobrenaturais das virtude em nossas almas, para uma vida em santidade, como diz Nossa Senhora. 

O homem possuí um centro, um centro espiritual, basicamente toda a bagagem de certo e errado, o fundo insubornável de cada ser humano (ou seja, aquilo que não aceita suborno moralmente) esta estruturado em uma base espiritual que o individuo possui. 

Assim, para esmorecer uma sociedade e controla-la é preciso corroer o fundo insubornável dos indivíduos, ou seja, fazê-lo acreditar que não se esta burlando nada, que o errado é certo, que as coisas ficarão melhores com concessões.

Isso gera uma sociedade que possui uma amnésia de si mesma, que esquece seus fundamentos, pois é formada por pessoas que não possuem base espiritual. 

No entanto, isso foi inserido gradativamente, bem lentamento houve uma transformação na compreensão dos valores morais, que foram relativizados. Isso feito pelos meios de comunicação, pela destruição de uma cultura que leve a ascensão do individuo no conhecimento de si mesmo e obviamente pela tentativa de destruir ou ao menos afastar as pessoas da compreensão do sagrado. Todos tem sede de uma espiritualidade e não conhecem mais o caminho da Igreja pois fizeram uma caricatura dela. 

Este último ponto conta com uma série de atitudes, pequenas e grandes, que fizeram com que aos poucos muitos católicos se afastassem da compreensão do sagrado mesmo estando eles dentro da Igreja.

Por exemplo, a Missa é um momento sagrado, no entanto, existe toda uma tentativa de torná-la banal, um culto protestante, algo sem transcendência e principalmente o esquecimento completo de que se esta presenciando um milagre, o maior em toda a Terra. Isso ocorreu, primeiro pelas músicas, depois pelo comportamento dos leigos e padres, pela arquitetura da Igreja. Por fim, muitos se esquecem que a Igreja é literalmente a casa de Deus e que a Missa é um Santo Sacrifício, é um Rito Sagrado em que Céu inteiro esta presente. 

Além desse ponto, existe todos os combates em relação a virtudes, um menosprezo por tudo que é puro e uma exaltação a luxuria, principalmente. O que por sua vez leva a perda da consciência da própria dignidade de filhos de Deus e de que o corpo é templo de Deus.

Enfim, chegamos ao ponto, como diz o Venerável Fulton Sheen " a revolução cristã é uma revolução espiritual". E ainda São João Paulo II  "precisamos de Santos que estejam no mundo; e saibam saborear as coisas puras e boas do mundo, mas que não sejam mundanos".

A batalha conta com o conhecimento da apostasia que esta a ocorrer mas também com a revolução espiritual de cada um, com a santidade. "Só os violentos herdarão ao Reino do Céus". Violentos em santidade.

A santidade é Vontade de Deus, "sejais santos porque eu sou santo". E Ele nos deu um caminho, uma forma de chegar a Ele sem erro e purificados, a criatura mas excelsa, a sua Mãe.

Quando São Luís escreveu o Tratado da Verdadeira Devoção, o Espirito Santo, fez dele uma arma, um guia e uma fonte de profecias. O santo viu que o demônio queria destruir o livro e realmente esse livro ficou escondido numa arca por 130 anos, isso aconteceu para que ficasse mais claro o ódio de Satanás ao que o santo escrevia. Mas ele foi descoberto, foi lhe dado um nome Tratado da Verdadeira Devoção a Ss Virgem, mas seu nome original, dado pelo santo é Preparação para Reino de Jesus.

Preparando para o dia de Apocalipse 19.

Papa Pio IX declarou que o tratado é isento de erro e outros papas concederam bençãos e indulgência aos que lerem e praticarem o que ali é ensinado.

E o que o santo ensina?

Ensina a Total Consagração a Santa Virgem.

Sabendo que sua cabeça seria pisada pela Mulher e sua descendência. Fica fácil notar como é detestável e pavoroso para Satanás ver espalhada pelo mundo uma forma que permite entrar nos moldes de Maria, uma devoção que se bem vivida torna a alma cópia de Maria, a criatura que ele mais odeia e teme depois do Senhor, ou ainda mais, como diz são Luís pois ela é uma criatura que atingiu um patamar inimaginável, infinitamente acima dos anjos e demônios. 

E justamente essa Consagração é a Vontade do Senhor.

"Meu Filho quer estabelecer no mundo a Devoção ao meu Imaculado Coração"

Ao ser questionada Irmã Lúcia disse que trata-se de uma entrega total. E a total consagração é justamente isso, uma entrega total dos bens espirituais que possuímos, nosso corpo e faculdades da alma. 

Para que a Vontade de Deus se cumpra. E qual a Vontade de Deus?

Que as almas se salvem.

É importante lembrar que toda essa arquitetura que estudamos, leva as almas a se perderem, pois todas são envoltas por uma cultura do pecado e da morte, uma ideia de que não existe Céu, que só esse mundo importa. 

Assim ao entregarmos nosso tesouro espiritual, nossas boas obras, pelas almas do purgatório e para que os pecadores alcancem a conversão antes da morte.

Percebe?

A batalha começa numa questão espiritual, Jesus e Maria contra Satanás que deseja colocar a perder o maior número de pessoas possível. E tem uma resolução apresentada por Nossa Senhora. A doação dos méritos por uma total entrega.

Todo o plano de queda de cada ser humano e da humanidade encontra oposição numa ação de caridade de cada um de nós, que é aumentada e aperfeiçoada pela graça divina. 

Entregamos tudo conscientes de que nessa batalha, estamos a combater espiritualmente e depois externamente.

E que temos uma forma desejada por Jesus para atingir a santidade e para ajudar na conversão de muitas almas, a Total Consagração. Que é uma renúncia a Satanás, uma confirmação das promessas do batismo e uma caridade real e perpétua pela salvação das almas.

Paz e Bem,

Ana Paula Barros

Salus in Caritate.

You May Also Like

4 comentários

  1. Parabéns pela profundidade deste estudo Ana Paula. Que todos aqueles que fizerem bom proveito dele (leitura, meditação e aplicação em suas vidas), atinjam a santidade necessária para vencer esta derradeira batalha.
    Fique com Deus pela intercessão da Imaculada Conceição!

    ResponderExcluir
  2. bom dia não consigo ver o vídeo, vcs vão postá-lo no you tube?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, esta rodando normal o vídeo mas em todo caso o vídeo esta no youtube https://www.youtube.com/watch?v=tKOrYcMMWzk&t=2518s

      Excluir

FOLLOW ME @INSTAGRAM