TESTEMUNHOS| Consagração Total a Nossa Senhora: Para amar e glorificar a Jesus

by - outubro 12, 2016



Ah! Quando virá o tempo feliz em que a divina Maria será estabelecida como senhora e soberana nos corações, para submetê-los plenamente ao império de seu grande e único Jesus?...Quando virá esse tempo feliz esse século de Maria, onde muitas almas escolhidas e obtidas do Altíssimo por Maria, se perderão no abismo de seu interior e se tornarão cópias vivas de Maria, para amar e glorificar a Jesus Cristo? Esse tempo somente virá quando se conhecer e praticar a devoção que ensino: Para que venha a nós o Vosso Reino, Senhor, venha a nós o Reino de Maria.” (São Luiz Grignon de Morfort, Tratado da Verdadeira Devoção a Santíssima Virgem, n 217).



Aqui esta a razão e a urgência para que todos se consagrem. A razão é a Vontade de Deus e a urgência é a salvação das almas para o Reino de Deus

Jacinta à Irmã Lúcia em julho de 1919, pouco antes de ir para o Hospital de Ourém: "Falta-me pouco para ir para o Céu. Tu ficas cá para dizeres que Deus quer estabelecer no mundo a devoção ao Imaculado Coração de Maria. Quando for para dizeres isso, não te escondas. Diz a toda a gente que Deus nos concede as graças por meio do Coração Imaculado de Maria, que as peçam a Ela. Ah! se eu pudesse meter no coração de toda gente o lume que tenho cá dentro no peito a queimar-me e a fazer- me gostar tanto do Coração de Jesus e do Coração de Maria!" 

Atenção: QUEM NÃO PODE SE CONSAGRAR: amasiados, pessoas em namoros imorais, homossexuais que não rejeitaram suas más inclinações,  pessoas com vida sexual desregrada, pessoas que não estão em estado de graça (ou seja estão vivendo vidas que não permitem a comunhão), aqueles que defendem o aborto, o comunismo, as mulheres que fazem uso de anticoncepcionais ou métodos contraceptivos, que frequentam a maçonaria, espiritismo, candomblé ou qualquer outra seita. Ou seja, qualquer pessoa que esteja em pecado mortal.

O que é pecado mortal? O pecado mortal é cometido quando, ao mesmo tempo, há matéria grave, plena consciência e deliberado consentimento. Este pecado destrói a caridade, priva-nos da graça santificante e conduz-nos à morte eterna do inferno, se dele não nos arrependermos.


"Eu odiava a Virgem Maria"





"Voltando para a Igreja Católica"

Alexandre, Fortaleza

Não poderia deixar de iniciar essa minha reflexão sobre minha consagração à Nossa Senhora, sem comentar meus tempos de "escuridão". Tempos atrás, quando jovem, ia às Missas apenas de corpo presente, mas minha alma estava longe. Frequentei Igrejas Evangélicas, fiquei um bom tempo na doutrina deles, mas minha alma estava longe. Passei então a querer seguir Uma Voz maior que me apontasse o caminho que precisava seguir. Fiz o trajeto ao contrário. Apesar de muitas pessoas fazerem todos os sacramentos da Igreja e depois abandono-a, eu fiz o meu trajeto já com idade depois dos vinte anos. Eu só fui batizado, mas Crisma e Comunhão não havia feito, então busquei estes sacramentos com muito ardor.
Despertei a minha mente! Um "ex-evangélico" voltar a Igreja Católica e amar Maria é uma grande quebra de barreiras. Não me sinto mais sozinho e não tenho mais as minha dúvidas. Entendi que o grande sentido da vida é o amor. Uma mulher que amou seu filho até o fim e convida-nos a amá-Lo também e a partilhar esse amor com os irmãos, não é um caminho do mal, como muitos pensam. O que custa na vida é apenas aceitar o que não podemos mudar. Entreguei minhas barreiras nas mãos de Deus e Ele me transformou. "Quem ama, já está liberto."

Abraços


Jovens explicando a Consagração e Convidando amigo para se Consagrar

"Eu neguei 3 vezes" 
"Eu gostava de ser do mundo"




"Minha Verdadeira Vocação"

Renata, Caratinga, Minas Gerais

"Que honra, Senhor, que glória não é servir-Vos e desprezar tudo por amor de Vós " Imitação de Cristo livro III cap X

Posso dizer que encontrei na Total consagração a Jesus por Maria minha verdadeira vocação: ser toda de Jesus! Como Ele se doou por mim, sem reservas, na consagração eu me dou toda a Ele e a Virgem Maria me ensina como. Nossa Mãezinha tem me conduzido, me instruído, me acolhido e tenho aprendido tanto... Aumentou o meu amor por Jesus Cristo! Aumentou minha intimidade com o Senhor! Aumentou meu zelo pela Santa Igreja! Aumentou meu amor pelo próximo! Eu não sou santa, eu não estou pronta, estou na escola de Maria, aprendendo com a mais perfeita serva do Senhor o caminho para O servir e amar!!! 
Bendito seja Deus por nos dar a Virgem Maria! Bendita seja Nossa Senhora por nos aceitar como filhos!"


Professor Felipe Aquino explica a necessidade da Consagração





"Força Sobrenatural"

Mauri de Divinópolis, Minas Gerais:

"Venho de uma família Católica e desde pequeno sempre participei das missas aos domingos e de grupos para adolescentes, corais, etc. Mesmo participando de algumas coisas na Igreja, fui um jovem que não buscava muito crescer na fé, para mim, ir a missa aos domingos já era o suficiente. Certa vez, tive alguns problemas (que não eram graves) que me abalaram e afastei do grupo que até então participava. Cheguei a um ponto que ia sem razão alguma, apenas por rotina, até sair. Passei por um tempo de desânimo comigo mesmo, talvez um início de depressão, até que fui chamado a um retiro. A princípio eu não dei a mínima para o convite, achei que seria um fim de semana perdido, até que dei a chance para Deus me tirar daquela situação de desânimo, fui ao retiro e tive uma experiência muito forte com Jesus Eucarístico. Me transformei desde então. Com o passar dos dias, o grupo que eu participava chegou ao fim e eu, como outros integrantes, começamos a participar de um grupo da Renovação Carismática Católica, chamado FEC (Força em Cristo). Nesse grupo tive várias outras experiências, inclusive o "Batismo no Espírito Santo" e fui me envolvendo cada vez mais, me tornando servo e Ministro de Música. Nessa vivência em Grupo de Oração, sempre ouvia alguns amigos falarem sobre a Consagração à Nossa Senhora, mas nunca me interessei em me aprofundar sobre. Os encontros aconteciam e comecei a perceber que em muitas orações em que eu fechava os olhos, sempre via uma flor branca girando, como se estivesse me chamando. Outra vez, estava com minha atual namorada (nessa época estávamos em oração de discernimento) em um encontro de servos e, durante uma oração, vi Maria com as mãos em nossas cabeças. Quando me levantei para sentar na cadeira (estava de joelhos), uma amiga me disse "Você viu onde se sentou?", achei estranho a pergunta, até me levantei, achando que havia algo na cadeira e voltei a essa amiga, não entendendo o que havia questionado. Ela então disse "Eu vi você se sentando no colo de Maria". Aquilo me abalou bastante, pois pouco tempo antes a vi em minhas orações e depois recebo essa palavra. Mesmo assim, acho que estava de olhos vendados quanto a esse chamado à Consagração. O tempo se passava e vez ou outra eu tinha a experiência em ver flores brancas durante minhas orações. Certo dia, minha namorada disse que faria a Consagração à Nossa Senhora, pelo método de São Luis de Montfort e me convidou. A princípio eu resisti, mas quando estava chegando a época para início do processo, senti o chamado forte em mim, comecei a ler o tratado e depois fiz os dias de oração antes da consagração. No dia 13 de maio de 2015, dia de Nossa Senhora de Fátima, mesmo com uma dificuldade que tivemos, conseguimos nos Consagrar. Após isso, talvez pensamos que nossa salvação está garantida, que o pecado acabará, que seremos como super-heróis. Não é bem assim rs. Durante esse tempo que sou consagrado, muitas dificuldades vieram. Problemas que eu nem imaginava que podiam acontecer, aconteceram. O pecado vem como uma avalanche para me arrastar e o mundo parece cada vez mais tentador. Parece que piorou né?! Na verdade é o mal que se incomodou, pois como é dito, no fim dos tempos, os filhos da Mulher lutarão com os filhos da serpente. Dizendo isso, as pessoas podem pensar que a consagração traz problemas maiores. Na verdade não! Passando por cada coisa, percebi que tenho mais forças para enfrentar tudo, uma força sobrenatural, que eu sei que vem pela intercessão de Maria. A cada dia sinto que eu cresço na fé, na oração, na confiança em Deus e como homem. Vejo minhas atitudes, que antes eram infantis, se amadurecendo, principalmente na convivência entre meus familiares. Minha confiança em algo melhor é infinita e sei que tenho uma mãe a interceder por mim a todo momento. Enfim, são muitas graças recebidas, que em um texto ou em um vídeo, não tem como citar. Cada dia é uma batalha nova, mas a força para vencê-la é maior ainda. Que todos sejamos fortes e que tenhamos confiança na intercessão daquela que disse sim à Deus, que aceitou as dores que havia de sofrer, que soube o momento certo para Jesus fazer seu primeiro milagre e que nunca deixou de confiar nos planos de Deus. Salve Maria!"


Consagrada de 7 aninhos





"Ela me esperava"

Karol, Brasília

Oi? Meu nome é Marya Karolyna, tenho 21 anos e moro em Brasília. Participo do movimento Renovação Carismática Católica, e hoje venho partilhar um dos vários testemunhos sobre a minha Consagração Total a Jesus por Maria Santíssima pelo método de São Luís Maria Grignion de Montfort, que é apresentado no seu livro “Tratado da Verdadeira Devoção a Santíssima Virgem Maria”. 

Antes de qualquer coisa quero que você saiba que se consagrar a Nossa Senhora é você se reconhecer pequeno e frágil, ao ponto de necessitar dela para chegar até Jesus. Se consagrar a Nossa Senhora é você saber que de ti só exala “odor”, sabendo que você é um pobre pecador, mas que quando você se entrega a Virgem Maria, Ela te banha com seu perfume de rosas, para que assim, o cheiro que exala de ti possa ser agradável a Deus. Ah se consagrar a Nossa Senhora é viver a incrível experiência de você ser todinho de Jesus, por Maria, em Maria e com Maria. 

Quando você se consagra, você se dar todo, se entrega sem reservas a Virgem Maria e ela te pega no colo e te leva a Jesus. E aí você acha que é só isso, mas vai percebendo que tem muito mais pela frente. Na verdade quando alguém se entrega a Virgem Maria, ela também se entrega toda a essa pessoa. E assim foi comigo rs 

Eu me consagrei no dia 27 de Novembro de 2014, no título de Nossa Senhora das Graças. Admito que tinha vontade de me consagrar no dia 13 de Maio, no título de Nossa Senhora de Fátima. E aí, você vai me perguntar: Mas por que, Karol? Porque para mim tinha tudo a ver, faço aniversário em Maio, meu nome é Maria, e eu amo Nossa Senhora de Fátima. Mas só que essa era uma vontade minha e não de Nossa Senhora. Também não teria como eu esperar praticamente um ano para me consagrar na data que eu queria, pois Nossa Senhora me mostrava que tinha PRESSA DE MIM. E lembrando: Um escravo não faz sua vontade, mas a vontade do seu senhor e da sua senhora. Diante disso, rezei muito e busquei discernir qual era a data que deveria me consagrar, segundo a vontade de Deus e de vossa Mãe Santíssima. Enfim, aconteceram inúmeras confirmações, inclusive uma medalha de Nossa Senhora das Graças foi parar em minhas mãos (fica para outro testemunho), tudo indicava que o desejo de Nossa Senhora era que eu me consagrar- se no dia 27 de Novembro. E assim aconteceu me entreguei a Jesus pelas mãos de Maria Santíssima no dia 27 de Novembro de 2014. Mas eu havia pedido uma confirmação à Virgem Maria, se realmente tinha feito certo. E então aconteceu a melhor parte desse testemunho.  

Desde quando eu era criança a imagem da Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt, visita a casa da minha vó paterna, uma vez por mês, sempre no dia 15 de todo mês. Em 2011 minha vó faleceu e a imagem continuou vindo sempre no dia 15 de todo mês. Só que no dia da minha consagração, algo diferente ocorreu depois que participei da Santa missa e me tornei escrava, quando eu cheguei em casa. Adivinha quem estava lá? A imagem da Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt, na hora que eu vi, fiquei sem entender. Por que a imagem está aqui se ela vem somente no dia 15? Porque a partir daquele dia a imagem veio aqui para a casa de minha vó, todo dia 27, começando pelo dia que me consagrei. Nunca trocaram essa data desde a minha infância, e no dia que me consagro me deparo com isso. Diante de 31 dias diferentes no mês, logo no dia 27, e justamente no dia da minha consagração. Há imagem não chegou de manhã, nem de tarde, nem em nenhum momento que eu há visse antes de ir para a Santa Missa e me consagrar ao final desta. Mas assim que cheguei em casa, com a alma repleta de alegria, lá estava a imagem dela, como quem me esperava chegar. 

Sabe por que isso aconteceu? Quando alguém se dar todo a Nossa Senhora, ela também se dar toda a essa pessoa. E assim aconteceu comigo, todo dia 27 quando a imagem chega aqui em casa eu canto o Ofício da Imaculada Conceição, e Nossa Senhora me visita como que de um modo especial, só para me dizer: “Mamãe, ta aqui, tudo vai ficar bem. Mamãe ta aqui veio te pegar no colo, da mesma forma que peguei meu filho Jesus. Calma filhinha, mamãe sabe que por vezes você não consegue andar sozinha, vou te pegar em meu colo e te levar pro Papai”. 

E então depois disso, você deve está achando que tudo virou uma maravilha, que eu não cometo pecados, que me tornei perfeita, que tudo vai bem? Só que não, se você pensou isso, se enganou! Eu ainda peco, até mais que antes eu diria, porque tenho consciência do que é, e do que não é agradável a Deus, por vezes estes pecados tiram até minha dignidade humana, parece que destrói tudo o que construir em Deus. Mas a diferença de ser escrava é ter o auxílio, esse refúgio poderoso que é os braços da Virgem Maria. Onde vejo que quando o pecado já tirou tudo de mim, aí vem Nossa Senhora, esmagando a cabeça da serpente e não permitindo que nada, nem minhas limitações, nem as tentações, nem meus pecados, e nem ninguém me tire da presença de Jesus.  

Se eu pudesse te dizer algo, diria o mesmo que São Pio de Pietrelcina: “Amai Nossa Senhora e fazei que a amem”. 

“Por isso sou teu escravo, porque o meu Senhor é o teu Filho. Por isso tu és a minha Senhora, porque és escrava do meu Senhor. Por isso sou o escravo da escrava do meu Senhor, porque fostes feita mãe do teu Senhor. Por isso eu me fiz escravo, porque foste feita mãe do meu Criador.” (Santo Ildefonso de Toledo)

#DoeSeusMéritos #Consagra-te #13DeOutubro #ÉsRainha #ÉsMinhaMãe #NãoSouOrfã #BenditoSejaDeus #BenditaSejaAGrandeMãeDeDeusEMinha #EscravaPorAmor  #AcasoNãoSabeis #EuSouDaImaculada # TotuusTus


Doar os méritos

Bruna, Pindamonhangaba



"Ela não desampara"

Maria Jessika 
Nova Gama, Goiás

Salve Maria,

Sempre amei Nossa Senhora, desde criança, pois minha família é católica, tinha também desde então um carinho especial pelo título de Nossa Senhora de Guadalupe, pois nas novelas que assistia (mexicanas), as personagens sempre mostravam um grande amor a Virgenzinha de Guadalupe, o que muito me influênciou nessa devoção.

Na adolescência ,porém , relaxei na devoção a Mãezinha, por tibieza e escrupulos não lhe dava mais a devida importância.Aos dezoito anos, me distânciei de Deus, e apôs três ou quatros meses sem comungar Jesus Eucarístico (nunca desde minha primiera comunhão havia ficado tanto tempo sem comungar), eu me aproximei de Maria, não sabia como chegar a Deus, pois sempre que peco e me afasto de Deus falta-me coragem de ir a Ele sozinha.

Maria, com sua intercessão, deu –me a graça do arrependimento e de voltar para Deus, passei a me confessar todo mês e rezar o terço todos os dias.Comecei também a estudar bastante sobre a Igreja, pois mesmo sendo catequista, era muito relaxada nos assuntos espirituais.

Foi ai que conheci  na internet em 2014 , a Verdadeira Devoção a Santíssima Virgem, o que trouxe uma inquietação ao meu coração, alguns meses depois comprei o Tratado e o li, mal terminei a leitura pensei: “vou me consagrar presico ser toda de Maria.”

Falei com o Padre da minha paróquia para ele abençoar minha consagração, e perguntei-lhe se poderia ser dia doze de dezembro dia da Virgenzinha de Guadalupe, mas nesse dia o padre ia viajar então não estaria na Igreja, ele propôs então dia dezessete, numa quarta feira, pois a Igreja lota mais nesse dia e o padre poderia falar sobre a consagração.Pensei e disse tudo bem, a Mãezinha pediu-me minha primeira renúnica como escrava Dela e de Jesus.

No dia dezessete de dezembro de 2014, saí mais cedo do trabalho e fui com meu irmão a Igreja, me confessei, participei  da Missa e Comunguei na expectativa de de me consagrar.A igreja como o padre preveu estava lotada, e algumas mulheres da liturgia até se espantaram, afinal era meio de semana, e embora tenha mais gente nas quartas feiras, esse dia tinha muito mais. Não avisei meus colegas e amigos da Igreja, pois sou muito timída e queria algo discreto, mais não  era assim que Nossa Senhora queria rsrs, o padre após a Comunhão me chamou próxima ao altar, de frente com a imagem de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e pediu-me para ajoelhar-me, e me falou para ler a formula com o microfone, eu morro de vergonha de falar no microfone e somado ao nervossismo que já estva, minha voz saiu muito baixa, creio que quase ninguém ouviu rsrs.Após a consagração o padre abençou a minha cadeia e depois da Benção Final , assinou a formula. Foi um dos dias mais belos e felizes da minha vida.

Desde então, tudo mudou em minha vida, isso não quer dizer que ficou mais fácil, pelo contrário, se tornou bem mais difícil, passei por provaçãoes, dificuldades, angústias, aridez, doença...mais nem consigo explicar o quanto a congração traz felicidade, não essa do mundo, mas uma com paz , uma alegria verdadeira, saber que sou toda Dela, que Ela nunca vai me deixar afastar-me de Jesus, que nada que tenho ou sonho me pertence me dá uma tranquilidade que é impossível explicar e sempre que passo por algum problema vê minha cadeiazinha no braço me dá muita força.Se você está em dúvidas, ou com receio de consagrar, se se acha indigno (a) não tenha medo pois Ela, não desampara nenhum de seus filhos vá a Maria e se dê a Ela e será para sempre de Jesus.

Paz e Bem!!!


Não tenham medo

Amanda, Osasco




" Consagração não é uma mágica, mas se você deixar ela te transforma"

Elke Abreu
Belém do Pará 

Como consagrada, recebi um convite da Ana Paula Barros para fazer hoje um vídeo falando da importância da Consagração à Nossa Senhora pelo Método de São Luis Maria Grignion de Montfort, em minha vida. Como não gosto de filmagens, vou tentar escrever. Então vamos lá! Por crescer em uma família católica, sinto que a figura da mãe na formação da fé dos filhos, tem uma importância indescritível; então em 1° lugar quero agradecer a minha mãe por ser a culpada de eu ter raízes tão profundas! Sempre tive "chamego" com Nossa Senhora, uma das coisas que me fez feliz no ano passado, foi em um momento de muita dor, escutar de uma amiga ( Maria Do Carmo) que lembrava com muito carinho de eu dizer que iria rezar uma Ave Maria à Maezinha pedindo que a ajudasse em uma prova, já que eu e Maria éramos "intimas" e Ela costumava atender meus pedidos. Risos. Sim, minha relação com Maria sempre foi especial! Ainda em fevereiro, depois do meu aniversário de 45 anos, (um dos melhores e mais feliz aniversários que tive), tive o 1° contato com esta Consagração, depois foram tantas as "coincidências" que ficou claro o chamado D`Ela para mim. 2015 não foi um ano muito feliz. Perdi meu pai menos de 20 dias depois do fim de meu casamento. E quando este deserto ou tormenta ( como você queira chamar) chegou em minha vida, Maria foi meu colo, Maria foi meu tudo!!! Resumidamente esta consagração consiste em você renovar os compromissos assumidos por seus pais e padrinhos no dia de seu Batismo. Você agora em sua plenitude, depois de Primeira Comunhão e Crisma, assume livremente acreditar, ser e defender a sua igreja, amparada pelos braços e ensinamentos de Maria. Nesta consagração vamos conhecer melhor Maria, a Escolhida para gerar Jesus. Foi por Ela que Ele veio até nós! Ela o abriga em seu ventre, o nutre, educa, ensina. Maria é tão especial que leva a Igreja em seu ventre, colo, coração. Ela não corre ao sepulcro porque Ela não precisa ver que Ele não estava lá, pois Ela sabia! Naquele sábado, Ela era a Igreja, minha igreja se resume Nela, Naquela que amou, quem sempre acreditou, quem sempre soube! No tratado tomamos consciência que todos os Santos que existem são frutos das mãos Dela, como o amado João Paulo II que tinha este livrinho como livro de cabeceira. Aprendemos a confiar e nos entregar inteiramente a Jesus por Maria, tudo que temos e tudo que somos. O tratado é um livrinho apaixonante, grandioso e que te cobra grandes responsabilidades, uma destas responsabilidades é doar nossas orações e indulgências aos que precisam, pelas mãos de Maria. Suas ações, orações podem ajudar a salvar almas, não é lindo? Venha conhecer a Consagração, venha ser um escravo de amor! A Consagração não é mágica, mas se você deixar, ela lhe transforma sim... lhe modifica. Lhe engrandece. #DoeseusMéritos #AjudeASalvarAlmas #ConsagreSe #TotusTuus

Mudou todo sentido da minha vida

Associação Missionária Totus Tuus


Confiar na Mãe

Associação Missionária Totus Tuus


Agradar a Deus

Ana Carolina, Guarulhos




A Virgem do Sorriso

Kevin, Ibapa




Sobre a Consagração e a Doação de Méritos

Maria, Jundiaí



"Eu achava que me Consagrar não estava ao meu alcance"

Marley de Maria

Manaus



"Se Ela te chamar espero que não digas não"





Entregar-se

Modéstia e Pudor


Eu




Você tem um testemunho sobre a sua Consagração, nos enviei. 

Sobre a Consagração Total a Nossa Senhora clique aqui

Canais do Youtube e Blogs que fazem parte da Campanha Doe seus Méritos, à partir das 20:00, 13 de outubro 2016:

Salus in Caritate aqui
Modéstia e Pudor aqui
Thainá Goulart aqui
Anderson Bezerra aqui
Mais Jesus aqui
Católico Arretado aqui
Vida Católica com a Rafa aqui
Cristocêntrico aqui
Nathalia Dutra aqui
Mel de Moça aqui
Kevin Eger aqui
Denilson Madeira aqui
Associação Totus Tuus aqui

Salve Maria Puríssima
Paz e Bem
Ana




You May Also Like

2 comentários

  1. Parabéns Ana Paula, continue firme em seu apostolado. Em oração por seu apostolado. Paz e Alegria!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Louvado seja Deus que faz algo bom com tão pouco!

      Excluir

FOLLOW ME @INSTAGRAM