O QUE OS ANJOS NOS ENSINAM SOBRE O DOM DA SABEDORIA?| Sétimo Passo no Castelo Interior

by - outubro 02, 2017

Após a reflexão e aprofundamento em cada passo do caminho ensinados pelo abade de Solesmes:

Primeiro Passo: O TEMOR DE DEUS SIGNIFICA TER MEDO DE DEUS?  (aqui)
Segundo Passo: OS DESAFIOS DA PIEDADE (aqui)
Terceiro Passo: COMO TER CIÊNCIA DA VONTADE DE DEUS? (aqui)
Quarto Passo: COMO TER FORÇA PARA SEGUIR A VONTADE DE DEUS? (aqui)
Quinto Passo: CALE A VOZ DO MUNDO (aqui)
Sexto Passo: O QUE É TER O DOM DA INTELIGÊNCIA? (aqui)

Temos o último passo no caminho rumo ao centro do Castelo Interior ou o cume do Monte, como diz São João da Cruz.

O abade nos faz ter um momento de meditação com um ensinamento catequético simples sobre os anjos, mas que nos permite ir além em nossa compreensão sobre os dons do Espírito Santo e consequentemente na busca dos mesmos.

Ao terminar esse ciclo de pequenos ensinamentos que nos propomos passar adiante, temos claramente o entendimento de que os dons do Espírito Santo são concedidos também em proporção aos nossos passos, conforme a nossa determinação em seguir adiante no caminho cristão, nessa odisseia cristã. 

Pouco vale as lágrimas e suores dos retiros e grupos de oração sem a determinada determinação de deixar o pecado e os pequenos maus hábitos de estimação. Pouco vale participar de retiro, atrás de retiro e na semana seguinte se deixar levar pelos ventos do mundo. Pouco vale estudar e opinar sobre tudo se não houver a decisão de se deixar abrasar pela Sabedoria Divina.

Abaixo você encontrará o pequeno ensinamento do abade de Solesmes, que nos propomos passar adiante, com tempo para meditação como é característico da forma de estudar no catolicismo, para que seja possível sedimentar, tornar real e concreto o que se aprende.

Que possamos, por fim, sair desse vórtice de falsidade que cerca a muitos, pios crentes na própria santidade antes do julgamento divino ser feito e com poucas atitudes realizadas na concretude da vida que demonstrem o cristianismo autêntico, que sempre esteve embasado nas pequenas coisas e nas pequenas decisões, nas decisões radicais - profundas- da vida que determina quem somos, sem precisar constantemente afirmar isso nas redes sociais ou em qualquer ou meio ou forma.



Paz e Bem!
Ana

You May Also Like

0 comentários

FOLLOW ME @INSTAGRAM