COMO VIVER A VIRTUDE DA MODÉSTIA EM 07 PONTOS

by - junho 26, 2017


Olá, vamos falar um pouquinho sobre Modéstia?







Após as 5 coisitas sobre modéstia ditas no vídeo, podemos ampliar alguns pontos.


6. O que é Modéstia?


Como relembrar é viver e também ajuda a não se perder em meio a tantas falas. No dicionário modéstia esta descrita como despretensão e sobriedade.

Mas como não somente de dicionário vive um cristão, vamos ir mais além:

A modéstia é uma virtude anexa à temperança, e diz respeito a todas as ações exteriores, e – mais especificamente – a maneira e o recato na hora de se vestir.

A Suma Teológica de Santo Tomaz de Aquino em forma de Catecismo. Autor: Padre Tomaz Pègues, O.P.

Esse fato ressalta a necessidade das ações exteriores em conformidade com a vestimenta e esta com as ações exteriores.

Por exemplo, vestir uma roupa que te cobre toda e agir de maneira vulgar não é modesto e nem espelha viver a modéstia, virtude filha da temperança. Assim como vestir roupas inadequadas e agir de forma "comportada" também não é modesto.

O fato é que as roupas são também formas de expressão e devem harmonizar com a fala e com os gestos. E isso me leva a outro ponto...



7. Exposição Decente


Segundo a moral católica, nosso corpo é dividido em partes honestas, semi honestas e desonestas. As partes desonestas são as partes íntimas e regiões vizinhas. As semi-honestas ou menos honestas são seios, braços, flancos. As partes honestas são as mãos, os pés e o rosto. Compêndio de Teologia Moral. Autor: Padre Teodoro da Torre Del Grecco.

No dicionário temos a definição de honesto qualidade ou caráter de honesto, atributo do que apresenta probidade, honradez, segundo certos preceitos morais socialmente válidos. Característica do que é decente, do que tem pureza e é moralmente irrepreensível; castidade.

Assim temos aqui o fato que a ação de exposição do corpo pode ser caracterizada como honesta ou desonesta, para com o outro, já que toda ação gera uma reação e todo cristão deve se atentar para não induzir ninguém ao pecado. 

Em resumo, todas as áreas íntimas, próximas a elas ou ainda com um carácter de sedução elevado como os seios (ou parte deles), coxas (ou parte delas) devem sem protegidas por roupas. 

Deus criou as roupas justamente para essa função. Áreas de extremidades como braços e panturrilhas não possuem esse caráter. Mas a altura do corte deve ser sempre ajustada ao seu biotipo.

8. Biotipo e Estilo

"Não se proíbe às mulheres um ornato moderado, mas o excessivo, desavergonhado e impudico." (S. Thomás de Aquino., II-II, q. 169, a. 2).

E continua "as mulheres podem adornar-se licitamente para conservar a elegância de seu estado, e inclusive acrescentar algo para agradar a seus maridos." (S. Th., II-II, q. 169, a. 2)

"Não só no esplendor e na pompa corporal, senão nos vestidos mais vis e degradantes, se pode buscar vaidade." (Santo Agostinho, De Serm. Dom. in Monte). 

Pois é, toma cuidado com essa moda do desleixo e do simplório que por aí se espalha, que também chama a atenção para si. Assim como, com a moda da ostentação, chamando a atenção para si também. Modéstia é moderação, nem mais, nem menos. Equilíbrio. 

Quanto ao biotipo. Existem vários tipos de biotipos corporais e ainda as diferentes formas de acumulo de gordura que pode alterar visualmente o formato do corpo. Digo isso, pois os tecidos e o corte da roupa deve ser analisado de acordo com o biotipo. 

O que determina o biotipo são, juntamente, a distribuição da gordura corporal e o tamanho do ombro em relação ao quadril.

Corpo Retângulo:
Ombros, quadril e cintura na mesma medida. É preciso então atentar-se a cintura.
O uso de casacos e jaquetas com corte feminino (com cinturamento). Assim com cintos e faixas.Quanto as saias, prefira as evasês e vestidos com cinturamento. 

Corpo Redondo ou Oval: 
A medida da cintura é maior que a dos ombros e do quadril, apresenta muitas vezes somente um acumulo de gordura abdominal. As saias rodadas (levemente) ou retas, são ótimas. Cores escuras na parte de cima, para disfarçar o volume,sapatos com algum salto.


Corpo Pêra:
É o tipo mais comum entre as brasileiras, o tamanho do quadril é maior que os ombros e a distribuição de gordura esta mais concentrada em quadril e coxas. É preciso valorizar os ombros e disfarçar o volume do quadril. Assim blusas listradas, saias com cores escuras, mangas com volume, blazers ou casacos alongados cobrindo o quadril. Blazers cobrindo o quadril, com corte feminino, são sempre importantes nesse caso. 


Corpo Ampulheta: 


Também conhecido como violão. Quadril e ombros proporcionais e cintura marcada. Pode praticamente tudo, mas cuidado com vestidos balonê,casacos com ombreiras, mangas muito bufantes nos ombros.



Triângulo Invertido: 

É o tipo característico de quem pratica esportes como a natação, canoagem ou que trabalhe muito os membros superiores. Possui quadris estreitos e ombros largos. As calças com pregas, saias amplas,vestidos, túnicas e camisões com a cintura marcada por cintos, faixas e coulissês (franzido), são legais. 



Não vá vestir algo que você não gosta ou não é seu estilo. Encontre seu estilo e use-os com modéstia e elegância. Não há motivo para vestir peças que não tem nada com seu temperamento e gostos. 



9. Elegância e Modéstia



"Moda e modéstia deveriam caminhar juntas como duas irmãs, porque ambos os vocábulos tem a mesma etimologia; do latim 'modus', quer dizer, a reta medida, além e aquém da qual não se pode encontrar o justo." (Pio XII)

"A elegância não é sobre a roupa, mas sobre a maneira como você a usa." (Honoré de Balzac)


O fato é que devemos ser modestas e elegantes. Mas afinal, qual a razão dessa definição dupla para o objetivo a ser alcançado.

Primeiro que podemos ser modestas e deselegantes, ou seja, podemos proteger todas as regiões, mas simplesmente colocando as vestimentas, sem proporção, cor, tamanho adequados (aliás, proporção é modéstia, temperança nas medidas, nem para menos, nem para mais). 

Por outro lado é possível ser elegante e imodesta, a roupa tem até suas adequações ao biotipo mais não protege as regiões do corpo. 

A vivência da modéstia e da elegância é um eco do pedido do Papa Pio XII, ambas andando juntas. 


10. Fita Métrica, Puritanismo, Neurose

Sabemos que muitos padres hoje estimulam o uso da saia, que tem uma função de estimular na mulher o seu lado feminino e doce, mais facilmente. Os tecidos tem essa função, estimulam o sentidos e mudam o comportamento. Vestimos um vestido de festa longo e logo passa a imagem de um baile e de "princesas" na cabeça. Até as mais feministas passam por isso, esta na natureza da mulher essa predileção pelo belo, leve e principesco, dentro de cada estilo, mas existe. E isso pode ser resgatado e se refletir em todas as áreas. Mudando mesmo os comportamento e estes a forma como olham para você. A cobiça abre lugar a admiração nos olhos te quem te olha.

Mas devo dizer que ficar medindo enlouquecidamente as roupas é uma coisa puritana gnóstica, além do fato de ser cansativa. Basta conhecer seu corpo, saber as regiões que deve proteger, vestir a roupa e ver se realmente as protege e se sente-se bem, elegante nelas, se espelham um pouco sobre você. E pronto: modesta, elegante e feliz. Sem neurose.


"As mulheres têm poder. Pela maneira com que nos vestimos, pela maneira com que dançamos, e pela maneira com que nos comportamos, podemos convidar um homem a ser um cavalheiro ou a agir como um animal. (...) Para quem tem a coragem suficiente de preferir ser amada por um só, a modéstia é um convite silencioso para que os rapazes sejam homens o suficiente para conquistar nossos corações. É um convite aos rapazes, para que vejam que há muito mais em nós que somente nossos corpos. É por isso que a modéstia é chamada a 'guardiã do amor'. Sem ter que dizer uma só palavra, ela estabelece o padrão do respeito. Mas nós nunca conseguiremos convencer um homem de nossa dignidade sem antes convercermos a nós mesmas." (Crystalina Evert, Pure Womanhood, San Diego, Ed. Catholic Answers, 2008, trad. Daniel Pinheiro)

11. Calça


Como digo diversas vezes, se não há outra opção ou se fará uma tarefa que é mais seguro usar calça, use-a com as devidas proteções, como falei no vídeo. Mas vale lembrar que o uso da saia é aconselhado, e já disse as razões no vídeo e no texto, não vou ficar me repetindo ou ditando  uma espécie de terrorismo de moda. O que posso dizer é que mudar não é fácil, se vestir "diferente" também não, sair do meio da multidão e escolher por si mesma também não. Mas não é você alguém diferente? E não gostaria que te olhassem como você é?


12. Insegurança


Gostaria que pensasse que suas roupas espelham quem você é. O fato é esse e não adianta dizer que "a alma é mais importante", porque é justamente disso que estou falando.

Sua alma deve ser ordenada, limpa, casta, pura, voltada para Deus. E assim deve ser a roupa que protege e adorna o templo onde ela esta. 

Por isso o desleixo e o adorno excessivos são ruins, pois, podem passar a visão de como esta a alma. E a pergunta é...sua alma esta assim como você se veste?

Essa mudança, causada por essa pergunta e outras, gera insegurança, não é fácil sair do convencional (jeans e camiseta), dá trabalho e muitos notam.

Mais é uma escolha e deve vir regada por essa alegria de poder escolher. Só assim as pessoas a sua volta não vão achar que você esta vivendo mais uma ditadura da moda.

Tudo que vem de Deus liberta.

"As mulheres têm poder. Pela maneira com que nos vestimos, pela maneira com que dançamos, e pela maneira com que nos comportamos, podemos convidar um homem a ser um cavalheiro ou a agir como um animal. (...) Para quem tem a coragem suficiente de preferir ser amada por um só, a modéstia é um convite silencioso para que os rapazes sejam homens o suficiente para conquistar nossos corações. É um convite aos rapazes, para que vejam que há muito mais em nós que somente nossos corpos. É por isso que a modéstia é chamada a 'guardiã do amor'. Sem ter que dizer uma só palavra, ela estabelece o padrão do respeito. Mas nós nunca conseguiremos convencer um homem de nossa dignidade sem antes convercermos a nós mesmas." (Crystalina Evert, Pure Womanhood, San Diego, Ed. Catholic Answers, 2008, trad. Daniel Pinheiro)

Suas roupas precisam também ter a companhia da sua postura corporal e comportamental. 

Você tem que se sentir bem com sua decisão e passar isso com suas atitudes e postura (aqui escrevi um artigo sobre postura corporal e comportamento). Isso irá melhorar a visão de si mesma e mudar, por consequência, os olhares dos outros.

Ditar regras, não muda comportamentos nem semeia admiração. Devemos ter posturas corporais e comportamentais que passem nossa satisfação com a nossa decisão pela modéstia. Devemos ser raios dessa virtude.

E para isso não podemos dar ouvidos ao desejo do coração feminino de aprovação. Nós, mulheres temos essa tendência, a analisar e nos adequarmos para recebermos olhares que nutram nossa alma. Como Adão contemplou Eva e se admirou. Esse eco de admiração é ansiado pelos nossos corações. E por isso, muitas de nós acabam entrando por vias de uma exposição de si mesmas esquecendo do auto respeito e do próprio olhar amoroso de Deus que esta sobre elas. E é nesse olhar que devemos nos alimentar para que a insegurança não tome uma grande proporção.

Só olhares que estiverem em Deus, poderão te enxergar e se alegrar em admiração pela sua beleza.

Quer dizer que ninguém me verá? Passarei despercebida?

Sei que alguns corações ao lerem isso se fizeram essa pergunta e te digo que é a insegurança em você que fez essa pergunta. Mas te digo que não, muitos te verão, só os que estão voltados para Deus te enxergaram. A modéstia é bonita e a elegância também. E isso santifica os olhos, aliás esse é um motivo muito importante, é um caridade escondida.

E não, não adianta falar que os homens estão acostumados com mulheres seminuas e não sentem mais nada. Você já leu aquela passagem que Jesus disse que se um homem casado olha uma mulher e a cobiça em seu coração, ele é um adultero em seu coração? Pois bem, os homens podem não falar o que pensam, mas pensam. E isso é tão comum, que eles e nós achamos que esta tudo bem com isso. Mas como vimos Jesus não pensa assim. 

Devemos manter o nosso coração voltado para Deus e assim voltar os olhos que nos olham para Ele. Com modéstia, elegância, com o estilo e gostos particular de cada uma de nós.


Também indico para completar a sua formação os vídeos do nosso canal no youtube, inscreva-se e compartilhe alguns ensinamento da doutrina da Igreja:










Paz e bem.
Abraço!
Ana




You May Also Like

0 comentários

FOLLOW ME @INSTAGRAM