Tempo, disciplina e Indicação de Livros Católicos

by - março 01, 2016


A algum tempo venho selecionando livros que me fazem ler e aprender, assim, boa parte das leituras são fonte de temas e reflexões e isso me anima (rs).





Normalmente, tenho dificuldade em separar um tempo para ler e além disso, notei que minha mente, muitas vezes, não conseguia aquietar meus pensamentos e me atentar a leitura. Então, de uma forma empírica fui testando formas de conseguir gerenciar esses pensamentos que não me permitiam a concentração. 

Enfim, passei a me auto determinar um tempo para leitura de vinte, trinta minutos para ler. Isso me dava não somente um foco, mas também a oportunidade de me impor uma disciplina. E é aí que esta, não importa a quantidade de livros, o que importa é tentar colocar a si mesmo uma disciplina prazerosa, no sentido, que alimenta a alma. Afinal, ler sobre o que se gosta alimenta a alma, a mente e acalma o corpo.

Passamos a ver de forma errônea a disciplina, como algo ruim e detestável ou ainda como uma prisão. Mas a disciplina nos dá estabilidade, que não é comodidade, estabilidade te promove uma situação adequada para prosseguir e progredir.

Mas não podemos fazer dela uma prisão, como mais um "compromisso" e mais uma "coisa chata" a se fazer, devemos fazer dela uma lista de coisas boas para se fazer, pensar e expressar.

O fato é que lotamos a lista da disciplina com coisas que não gostamos e precisamos ou que não gostamos e não precisamos. E nada de alimentar a alma, a mente e corpo. 

Sabia que estudos científicos apontam que o corpo "vive" realmente o que lemos? Se você lê uma aventura, seu corpo reage a isso, se você lê reflexões de espiritualidade seu corpo reage a isso. Então ler tem um impacto real na vida. Nos torna saudáveis, organizados, até mesmo focados, além dos aprendizados da própria leitura e das mudanças comportamentais e mentais que podem surgir de uma leitura.

Assim para facilitar a disciplina, passei a separar o tempo e colocar uma música clássica exatamente com esse tempo.  Bom, isso também foi empírico, pensa...colocar um tempo para fazer algo pode gerar uma certa ansiedade, o que pode desfocar a mente e gerar um período determinado que não se rende nada, de fato.

A música, também existem estudos sobre isso, tem ação calmante e que gera concentração, assim é possível ter um tempo para trabalhar a disciplina e a serenidade.


Falo isso, pois, hoje temos sempre muitos estímulos mas poucos estímulos que realmente geram frutos, a maioria só nos fazem gastar o tempo de uma forma estéril.

Lista Janeiro e Fevereiro 2016 (leituras e releituras)


Caminho da perfeição - Santa Teresa de Jesus
História de uma alma - Santa Teresinha
Mulher Sacerdotal - Jo Crossant
Maternidade Sacerdotal - Congregação para o Clero
Espiritualidade no dia a dia - Sérgio Karolev
Filocalia (Capítulo um)
Exercícios Espirituais - Santa Gertrudes de Helfta
As exigências do silêncio - Monge Anselm Gruun

Alimentar a mente e a alma, gera criatividade e animo (alma). 

Paz e bem!




You May Also Like

0 comentários

FOLLOW ME @INSTAGRAM