Padres Santos| Maternidade Sacerdotal 3/5

by - fevereiro 04, 2016

Hoje, vamos conhecer uma história que nos ensinará muito. Você reza pelo padre antes da missa? Pede pelas vocação sacerdotal? Vamos para um exemplo, possível e bem legal!


Padres Santos| Maternidade Sacerdotal 3/5


O preço para um sacerdote santo


Berthe durante cada S. Missa rezava pelo celebrante: “Meu Jesus, faze com que o teu sacerdote não te cause desgostos!”. 

Ela queria a vida religiosa, mas seu diretor disse que sua missão era ficar em casa e cuidar dos pais, ela obedeceu mais pediu a Nossa Senhora que em seu lugar fosse escolhido alguém para ser um sacerdote santo e zeloso.

O que ela não podia prever aconteceu 16 dias mais tarde: um jovem advogado de 22 anos, o dr. Louis Decorsant, estava rezando frente a uma estátua de Nossa Senhora das Dores. De repente e inesperadamente, ele teve a certeza de que sua vocação não era casar com a moça que amava e exercer a profissão de tabelião. Compreendeu com clareza que Deus o chamava ao sacerdócio. Essa chamada foi tão clara e insistente que ele não hesitou nem um instante em abandonar tudo. Após os estudos em Roma, onde havia terminado seu doutorado, foi ordenado sacerdote em 1893. Berthe tinha então 22 anos.

Nesse mesmo ano o jovem sacerdote, com 27 anos, celebrou a S. Missa da meia noite num subúrbio de Paris. Esse fato é importante porque na mesma hora Berthe, assistindo à S. Messa da meia noite em outra paróquia, prometia solenemente ao Senhor: “Jesus, quero ser um holocausto para os sacerdotes, para todos os sacerdotes, mas de modo especial para o sacerdote da minha vida”. Quando foi exposto o Santíssimo, a jovem viu de repente uma grande cruz com Jesus e aos seus pés Maria e João. Ela ouviu as seguintes palavras: “O teu sacrifício foi aceito, a tua súplica atendida. Eis o teu sacerdote... Um dia o conhecerás”. Berthe viu que os traços do rosto de João assumiram os de um sacerdote a ela desconhecido. Tratava-se do reverendo Decorsant, mas ela o encontraria somente em 1908, ou seja 15 anos depois, reconhecendo seu rosto.

 Reverendo Decorsant  fez uma peregrinação a Lourdes para confiar à Nossa Senhora seu futuro de sacerdote. Carregando suas bagagens encontrou  novamente Berthe e sua amiga. Reconhecendo as duas mulheres, as convidou para a S. Missa. Enquanto Padre Decorsant elevava a hóstia, Jesus disse a Berthe no seu íntimo: “Este é o sacerdote para o qual aceitei teu sacrifício”.  

Berthe revelou ao Padre Decorsant sua vida espiritual e sua missão para a consagração ao Coração Imaculado e Doloroso de Maria. Ele, de sua parte, compreendeu que essa alma preciosa havia-lhe sido confiada por Deus. Aceitou ser transferido para Bélgica e tornou-se para Berthe Petit um santo diretor espiritual e um apoio incansável para a realização de sua missão. Sendo um excelente teólogo foi um mediador ideal com a hierarquia eclesiástica em Roma.  
Trecho retirado do livro: Adoração Eucarística pela santificação do Clero e Maternidade Sacerdotal escrito pela Congregação para o Clero


Textos completares citados, história de cada venerável leiga que abraçou esse chamado:

Doemos nossos filhos - aqui
Pelos que amam e pelos que não amam - aqui
Padres Santos - aqui
Venerável Conchita do México - aqui
Dá-nos padres - aqui

Espero que possa se unir a nós!
Por mais padres, bons e santos.

Paz e Bem,
Ana Paula Barros

"Enchi-me de zelo pela minha Mãe Imaculada e Ela me livrou de todas as tribulações."
Salve Maria Imaculada

You May Also Like

0 comentários

Olá, Paz e Bem! Que bom tê-lo por aqui! Agradeço por deixar sua partilha.

FOLLOW ME @INSTAGRAM