Espiritualidade Diária: Oração

by - fevereiro 20, 2016




 "Como é grande portante o poder da oração! Dir-se-ia uma rainha que a cada instante tem livre acesso ao Rei, e pode alcançar tudo quanto pede. Para ser atendida não precisa ler num livro um bonito formulário, redigido de circunstância . Se assim fora, ai de mim! Como haveria de lastimar-me! ...Fora do Oficio Divino, que sou muito indigna de recitar, não tenho ânimo de sujeitar-me a procurar nos livros belas orações. Faz-me doer a cabeça, são tantas!...Ainda por cima, tidas são umas mais bonitas do que as outras...Não poderia recitá-las todas, e , não sabendo qual delas escolher, faço como crianças que não sabem ler. Digo, muito simplesmente, ao Bom Deus o que lhe quero dizer, sem usar belas frases, e ele sempre me entende...Para mim, oração é um impulso do coração, é um simples olhar que se lança ao céu, é um grito de gratidão e de amor, tanto no meio da provação, como no meio da alegria; enfim, é algo de grande, de sobrenatural, que me expande a alma e me aconchega a Jesus"

Santa Teresinha 
História de uma alma: 317, pg 262



Na vida cotidiana é comum, que durante as dificuldades e agitação diária, nos encontremos com a mente longe de conseguir se concentrar em grandes orações. Claro que aqui, Santa Teresinha, não fala do terço e das práticas da regra carmelita, mas das orações " a mais " que se sentia compelida a fazer, mas não se achava, realmente, capacitada para tal.

Nesse ponto todo o relato se baseia em falar sobre a "oração do coração". Quantas vezes poderíamos fazer da frase "corações ao alto", "nosso coração esta em Deus" uma realidade cotidiana e não fazemos? 

Santa Teresinha nos orienta! Se você é do time que queria fazer mais, mas por algum motivo se vê fazendo menos, é do time de Santa Teresinha (ela achava que fazia pouco...). Façamos como ela e nos entreguemos a conversar com Jesus. Faça o teste, e fale do seu dia a Jesus, dos seus sentimentos, você verá que o coração se unirá a Jesus, diga o que quer dizer e diga, até mesmo, caso não queira dizer.



Façamos desse impulso do coração, que chamamos de oração, uma realidade simples e cotidiana, que coloca no natural dia a dia uma vivência sobrenatural.

Não coloquemos dificuldades na oração, degraus e obstáculos, façamos um diálogo simples e verdadeiro, uma conversa de amor.



E mesmo que ainda não sintamos esse amor, devemos dizer que tomamos a decisão de amar. Que queremos amar, Deus fará o restante, pois a porta foi aberta e nossa alma estará receptiva para expandir-se e se aconchegar em Jesus.

Façamos uso dessa via, a via do coração que busca se unir a Deus, a pequena via, esse esforço, essa iniciativa, não passará despercebido diante do Deus de Amor e Bondade.

Paz e bem!

You May Also Like

0 comentários

FOLLOW ME @INSTAGRAM