Avareza e Cobiça, apego e medo

by - fevereiro 11, 2016

Guardai-vos escrupulosamente de toda a avareza, porque a vida de um homem, ainda que ele esteja na abundância, não depende de suas riquezas. 
Lucas 12, 15

Avareza é o amor desregrado às riquezas. Querer sempre mais ou não partilhar ou, ainda, ambos. (Cônego Boulenger, Doutrina Católica-Manual de Instrução Religiosa).

O décimo mandamento proíbe a avidez e o desejo de uma apropriação desmedida dos bens terrenos; proíbe a cupidez desmedida nascida da paixão imoderada das riquezas e de seu poder. Proíbe ainda o desejo de cometer uma injustiça pela qual se prejudicaria o próximo em seus bens temporais:
Quando a Lei nos diz: "Não cobiçarás", ordena-nos, em outros termos, que afastemos nossos desejos de tudo aquilo que não nos pertence. Pois a sede dos bens do próximo é imensa, infinita e nunca saciada, como está escrito: "Quem ama o dinheiro nunca se de dinheiro" (Ecl 5,9).
Catecismo 2536




Medo da velhice, pavor dos tempos de pobreza e medo de depender do outros. (Evágrio) Estimula exageradamente e de forma egoísta o instinto de sobrevivência.


Causa injustiça, traição (Judas traiu Jesus por moedas) e falta de compaixão. (Cônego Boulenger, Doutrina Católica-Manual de Instrução Religiosa).

O Deus das promessas desde sempre advertiu o homem contra a sedução daquilo que, desde as origens, aparece como "bom ao apetite, agradável aos olhos, desejável para adquirir ciência" (cf. Gn 3,6).
Catecismo 2541

Paz e bem!

You May Also Like

0 comentários

FOLLOW ME @INSTAGRAM