Deixa Deus te surpreender!

by - janeiro 01, 2016


Deus quer nos ajudar!

Já reparou que nós estamos viciados em listas de resolução de problemas ou em encontrar quem resolva nossos problemas.



Sabe? Existem outras formas de sair da inércia. 

O que acontece, é que nos firmamos em nossa própria força e inteligência. E o que isso gera?

Cansaço, desanimo, fadiga, vazio de algo mais ou até mesmo a sensação de peso corporal e mental.

É um vicio de querer resolver tudo a todo tempo, isso cansa absurdamente, pois é impossível.

Mas o que fazer?

Deixe...

O que seria da sua vida se você deixasse de fazer listas gigantes de metas que se baseiam somente em sua força?

Mas você deve estar se perguntando, afinal metas é ruim?

NÃO, o que é ruim é ficar neurótico nelas.

Vou te dar um exemplo:

Você quer emagrecer. Ai conta cada grama que ingere, fica numa tensão absurda para não engordar. Agora me responda, isso dá certo? Na maior parte dos casos, não. 

E isso vale para muitos outros casos.

Entenda o que quero dizer, muitas vezes nós atrapalhamos a ação de Deus, tentando traçar nosso caminhos e nossos sonhos e nossos percursos. 

Deus quer te surpreender! Mas como surpreender alguém que não vê, não para, não olha a sua volta?

Deixa Deus fazer! Afinal, do que vale uma lista gigante de metas gigantes, se no fim só resta a lembrança do cansaço que foi atingir algumas delas.

Falo isso por experiencia própria, houve uma época que fazia listas para tudo, listava tudo, tudo era uma grande lista em um lindo caderno. Só me recordo do cansaço que sentia.

Até que decide, não vou mais fazer metas pequenas, nem lista de livros a ler faço mais. Vou deixar Deus me surpreender, vou escrever e listar agradecimentos. E foi o que fiz, só escrevo agradecimentos e seleciono os anseios em cada área (como mostrei nesse post), me sinto mais em paz, porque Deus me surpreende realmente e sou grata.

Então no dia de hoje, quero te falar que muitas vezes o que nos cabe no plano de Deus para a nossa vida é fazer o que Ele nos deu como dom. 

Afinal, é aqui que importa. Na parábola dos talentos, Jesus cobrou os talentos trabalhados, não importava se haviam se tornado talentos gigantes, mas importava que tivessem se multiplicado.

Por isso, pare e pense, você esta frutificando seu talento? Ou melhor qual é o seu talento? 

Para te ajudar, o talento é o que você faz de melhor e que o, de quebra, te leva até Deus. 

Pode ser fazer bolo, aquele suco, pode ser escrever, cantar, tocar, pode ser gerenciar pessoas, liderar, pode ser cuidar. Não existe talentos grandes e pequenos, existem talentos a serem multiplicados.

Podem ser vários talentos!

Vai! Não faça listas de metas, faça do aprimoramento dos seus dons uma meta.

Paz e bem!






You May Also Like

0 comentários

FOLLOW ME @INSTAGRAM