Damas da Rainha: Pureza

by - outubro 10, 2015


"Não sabeis que vossos corpos são membros de Cristo? ... 
Qualquer outro pecado que o homem comete é fora do corpo, mas o impuro peca contra o seu próprio corpo.
Ou não sabeis que o vosso corpo é templo do Espírito Santo, que habita em vós, o qual recebestes de Deus e que, por isso mesmo, já não vos pertenceis?
Porque fostes comprados por um grande preço. Glorificai, pois, a Deus no vosso corpo."
I Cor, 6, 15-20

A mulher santa e honesta é uma graça inestimável; não há peso para pesar o valor de uma alma casta.
Ecli 26, 19-20

Se inscreva em nosso canal aqui





Castidade e Pureza

"É o mais belo adorno da Igreja e deveria ser a mais querida dos cristãos."
(São João Maria Vianney) 

"De todas as virtudes é que nos torna semelhantes aos anjos."
(São João Maria Vianney) 

"É a vida do espírito"
(Santo Éfrem)

"A rainha das virtudes"
(São Pedro Damião)

"Por meio dela se alcançam os triunfos mais esplêndidos" (São Cipriano)

Anjos

Assim essa virtude faz descer Jesus Cristo sobre a terra e eleva o homem até o céu, pelo semelhança que ela dá com os anjos, e com o próprio Jesus ( Santo Ambrósio).

Ela nos faz viver da mesma vida dos anjos.

São João Crisóstomo, a castidade de uma alma é a um preço aos olhos de Deus maior que a dos anjos.

"Ó castidade, tu fazes o homem semelhante aos anjos" (Santo Éfrem)

Não somente a castidade nos torna semelhante aos anjos, mas também nos torna semelhantes a Jesus.

Uma alma casta é uma imagem viva de Deus sobre a terra. (São Cipriano)

"O homem casto difere do anjo não em razão da virtude, mas da bem-aventurança; se a castidade do anjo é mais ditosa, a do homem é mais intrépida" (Santo Afonso Maria de Ligório).

Assim exige coragem e ousadia...

Se inscreva em nosso canal aqui

Desapego

A castidade é um caminho para pureza, que exige um desapego de si mesmo pela resistência as paixões, esse desapego une a alma a Deus e Deus em sua bondade se une a ela. Afinal, o desejo de ser puro e o ato concreto de resistência chama a Deus. E assim a alma se torna sua esposa e morada.

São Basílio acrescenta "se uma alma subjuga com autoridade a este corpo sensual, vence facilmente todos os obstáculos que encontra no caminho da virtude."

"Se encontra castidade e em uma alma, encontramos aí todas as outras virtudes e ainda as prática com facilidade, pois para ser casto é preciso se impor muitos sacrificios, mas uma vez que alcançou tais vitórias sobre o demônio, a carne o sangue, todo o resto custa muito pouco." 
(São João Maria Vianney)

Observe que o contrário também é verdadeiro, quem se deixa levar pela impureza cairá facilmente em outros vícios (Santo Afonso Maria de Ligório).

Note que, ele cita o demônio, a carne o sangue. Podemos analisar que, então, existem combates contra o demônio, contra a própria carne e porfim contra o sangue que podemos até um certo ponto como características passadas pelas gerações do mesmo sangue.

Portanto, a batalha não é simples e nem muito justa, já que são três contra um, sendo evidente que dois adversários fazem parte de nós (a carne e o sangue) e o terceiro por sua astúcia acaba usando os primeiros, para obter exito com pouco trabalho.

"Mas também terrível é a guerra que a carne nos declara para no-la roubar. Nossa carne é a arma mais poderosa que possui o demônio para nos escravizar" (Santo Afonso Maria de Ligório).

Prática

"É impossível que te conserves casto, se não vigiares continuamente sobre ti mesmo, pois negligência traz consigo mui facilmente a perda da castidade" (São Carlos Borromeu).

Pensamentos

Primeiro: "os maus pensamentos em si não são pecados, mas o consentimento deles" (Santo Afonso de Ligório), "não pode haver pecado onde falta o consentimento da verdade" (Santo Agostinho).

Mas para que a alma não tome uma postura relaxada, como diz São Afonso M. de Ligório), devemos nos atentar a outro ponto:

Segundo: "pensamentos perversos nos separam de Deus" (Sabedoria 1, 3), "um Deus de ciência é o Senhor, e diante d'Ele estão patentes todos os pensamentos" (I Rs 2,3). 

Portanto, o equilíbrio entre o escrúpulo e uma postura postura de deleite com os maus pensamentos. Nem um por medo, nem outro por fraqueza.

Para que possamos compreender São Afonso M. de Ligório diz que existem três "coisas, a saber sobre os pensamentos, a sugestão, a deliberação e o consentimento"

Sugestão: é o primeiro pensamento, que em si não é pecado.
"Para cada tentação a que opuseres resistência, se te deverá uma coroa" (Santo Antão).
"Quando o demônio tenta uma alma é porque ela esta ainda na graça de Deus" (Santo Afonso M. de Ligório).

E o coração se torna mais puro do que antes, após a tentação, como Jesus explica a Santa Catarina de Sena.

Deleitação: aqui sim, aqui pode não haver pecado mortal, pois, a vontade não deu seu consentimento, mas pecado venial.
"Se não procurarmos impedir a deleitação, ela se transformará em consentimento e matará a alma" (Santo Anselmo).

Portanto, a deleitação é uma pequena abertura, dada por livre arbítrio que pode ter suas consequências.

Consentimento: "toda a malicia do mau pensamento esta, porém, no consentimento. Havendo pleno consentimento, perde-se a graça de Deus" (São Afonso de Ligório).

Sentimentos

O sentimento não causa dano algum, contanto que não sobrevenha o consentimento (São Bernardo).

Os remédios baseado no Tratado sobre a castidade Santo Afonso de Ligório

1- A capacidade de humilhar-se diante de Deus e reconhecer a própria incapacidade de auto domínio, é o primeiro passo para que a compaixão de Deus seja alcançada e Ele, por misericórdia, nos conceda a fortaleza necessária.

2- A segunda, é não dialogar com a a tentação, que no caso seria uma parte da deleitação, mas recorrer diretamente a Deus. Repetir o nome de Jesus e Maria ("que possuem uma força especial para afugentar os demônios") sem cessar até que a tentação desapareça: "Ó meu Jesus socorrei-me, Maria assisti-me".

3- Dupla do CC: Comunhão e Confissão.
A comunhão dá força para impor resistência às tentações. E a Confissão "uma tentação revelada já esta meio vencida" (São Felipe Néri)

4- Devoção a Imaculada Mãe de Deus, pois nunca o demônio se aproximou dela e ela defende aqueles que se colocam sobre sua proteção.

5- Fugir da ociosidade, " a ociosidade ensina muita coisa má" (Ecli 33, 21). "Quem trabalha é tentado por um demônio só, quem vive ocioso, é atacado por uma multidão deles" (São Boaventura).

Se inscreva em nosso canal aqui
Benefícios

"Os cristãos castos são os mais perfeitos, reservados nas palavras, modestos nos passos, sóbrios em suas refeições, respeitosos no lugar santo e edificantes em toda conduta." (São João Maria Vianney)

Palavras

Modéstia

"Vede estas infelizes, e vós vereis que mil demônios circundam sua cabeça" (São João Maria Vianney)

Alimentação

Respeitosos e Edificantes

"Só a vista deles nos faz pensar naquela virtude. Assim a Virgem Santa inspirava pureza..." (São João Maria Vianney)

Sob o olhar dos anjos

É certo, meus irmãos, que cada um ama seus semelhantes; também os anjos, que são espíritos puros, amam e protegem duma maneira particular as almas que imitam sua pureza. (São João Maria Vianney)

"Ó santa pureza, és o templo do Espirito Santo, a vida dos Anjos e a coroa dos Santos!" (Santo Atanásio)

Mais conteúdo abaixo no vídeo!
Se inscreva em nosso canal aqui



















You May Also Like

0 comentários

FOLLOW ME @INSTAGRAM