Espiritualidade e Saúde: uma utopia, um sonho?

by - setembro 15, 2014

Acredito no dia em que poderemos tratar o corpo como um todo, de verdade, não dessa forma, ainda fragmentada, que hoje se faz. Sonho com um dia em que falar de espiritualidade em um consultório não seja tabu, que se torne parte do tratamento. Será um dia isso possível? 

Antigamente, antes de separarmos em um ato de burrice, o ser humano em "pedaços", os tratamentos eram assim: compreendiam TODA  a pessoa, tudo era analisado, de fora pra dentro e o inverso também. Orientações em todas as áreas que constituem um ser humano eram feitas. Muitos acham isso uma forma empírica de se tratar, uma forma não médica, logo pouco confiável. Mas devo lembrar que hoje vivemos uma avalanche de alterações corporais psicossomáticas, uma descrença infinita, um falta de consciência do ser que somos que assusta, pessoas perdidas de si mesmas, guiadas por sentimentos de prazer instantâneos consecutivos que ganhou o status de felicidade (burramente, claro). 



Será mesmo a forma antiga empírica ou a atual é tão dividida que hoje não conseguimos mais nos "juntar". Somos uma sociedade que é formada por pessoas que se perderam de si mesmas, que seguem um caminho pré determinado, que andam por andar, fazem por fazer, vivem por viver , uma sociedade de desconectados do mundo, de si, de Deus. Será isso a modernidade, o auge e o máximo potencial da humanidade?

Antes haviam guerras a campo aberto a todo tempo, se guerreava por tudo, hoje muitos vivem uma batalha em si mesmos. 

Tenho dificuldade em ver algo bom nessa suposta evolução e não fica difícil entender como chegamos aonde estamos, como tantos adolescentes já se perdem de si antes mesmo de possuírem o prazer de se auto conhecer e como os adultos jovens nunca foram apresentados a si mesmos. 

Será um dia possível que tudo mude a as pessoas sejam um pouco espirituais, tenham essa visão em suas mentes? O mundo é grande mas acredito que mudar o meu mundo já é uma mudança no grande mundo, logo no mundo das outras pessoas que o formam.

Se cada um refletir e tentar se livrar de todas as prisões que a sociedade nos fez, todos os degraus que temos que subir, tudo que temos que ser sem querer ser, tudo que nos impede de viver a realidade maior do porquê estamos aqui e o quê estamos fazendo, Se cada um refletir e passar a retirar os pensamentos de repetição desses padrões da mente, já seremos mais felizes e mais saudáveis. 

Pense nisso, fizemos da vida um grande relógio com tempo e idade pra tudo, com padrões de funcionamento, sendo que na verdade a vida veio antes do tempo e o tempo só existe porque criamos o relógio e fizemos dele nosso orientador, nosso mestre da vida. Um mestre, pouco sábio e muito limitado. 

Nós temos a capacidade de recriar a nossa realidade com atitudes, então é hora de começar. 

Obrigada por ler!
Ana Paula Barros
Salus in Caritate



    

You May Also Like

0 comentários

FOLLOW ME @INSTAGRAM